XUXA DOOU R$ 1 MILHÃO: Artistas entram na luta contra o coronavírus, fazem doações milhionarias e iniciam movimento “We Are The Wold”

O mundo, perplexo, se vê diante de um inimigo comum, o coronavírus. Extremamente perigoso, matando aos milhares, começou pela China e chegou à Europa, África, Américas. Nessa hora, toda a ajuda é muito bem-vinda, seja ela por meio de uma palavra de apoio para combater a solidão para todos que estão em isolamento social, ou em valores monetários, que podem ser usados para comprar equipamentos necessários para hospitais, ou mesmo tentar aplacar a fome dos menos favorecidos. Nesse caso, muitos artistas têm se mostrado dispostos a colocar a mão no bolso, doando altos valores para contribuir nessa luta contra a pandemia de covid-19. Da brasileira Xuxa a nomes internacionais como Rihanna e James Taylor, muitos nomes já se manifestaram dispondo de dinheiro em prol dessa luta mundial.

Entre os mais recentes a se prontificarem a ajudar nessa luta, está James Taylor. O cantor e sua mulher Kim doaram US$ 1 milhão ao Massachusetts General Hospital em Boston para ajudar a combater a propagação do novo coronavírus. O montante ajudará na aquisição de suprimentos e equipamentos, reutilização de espaço ou a pesquisa em andamento para tratamentos e prevenção da covid-19.

Por meio da empresa Espaçolaser, da qual é sócia, a apresentadora Xuxa Meneghel doou R$ 1 milhão para o SUS (Sistema Único de Saúde). E a eterna Rainha dos Baixinhos apoiou esta semana uma outra ação, que foi a doação de 300 mil sabonetes, que levam sua marca, Xuxinha, para famílias carentes do Rio de Janeiro – um item de extremo valor nessa guerra, que precisa ser combatida com higiene.

A atriz Angelina Jolie, ativista em questões de direitos humanos, dispôs de US$ 1 milhão, que será destinado à organização No Kid Hungry. O valor servirá de ajuda para alimentar crianças que estão longe das escolas em virtude da pandemia de coronavírus e, consequentemente, sem contar com a merenda diária.

Um dos primeiros a entrar nessa luta foi o cantor Justin Bieber, que fez uma doação, sem divulgar o valor, para a ONG chinesa Chunmiao Children Aid Foundation, que cuida de crianças. A iniciativa do canadense no combate ao coronavírus foi realizada em fevereiro.

Por meio de sua fundação, a cantora Rihanna doou US$ 5 milhões para ajudar na luta contra a pandemia de covid-19. O alto valor foi distribuído entre diferentes entidades de diversos países e regiões, incluindo a OMS. Do Oriente, surgiu o jovem músico Fundo, que administra a herança do Rei do Pop, Michael Jackson e também contribuiu com US$ 300 mil. Foram escolhidas comunidades que vem sendo fortemente atingidas pelos reflexos da pandemia. A doação será destinada a três organizações, a Broadway Cares, Three Square Food Bank (banco de alimentos do sul de Nevada) e MusiCares, sendo que cada uma receberá US$ 100 mil.

O cantor Suga, que integra a boyband de k-pop BTS, vai doar cerca de R$ 370 mil, para auxiliar o combate em seu país, a Coreia do Sul, um dos únicos asiáticos, aliás, junto com a China, que conseguiu achatar a curva de novas infecções. Grande vencedor do Oscar 2020 com o filme Parasita, o diretor Bong Joon-Ho não ficou de fora e também fez uma doação no valor de R$ 470 mil. Montante foi destinado à Hope Bridge, uma associação nacional de ajuda em desastres da Coreia do Sul e que está nesse combate ao coronavírus no país.

O casal de atores Blake Lively e Ryan Reynolds doou R$ 4,95 milhões para ajudar na luta contra a covid-19. O valor foi destinado a duas instituições beneficentes dos Estados Unidos e do Canadá, que cuidam de distribuição de alimentos.

O mundo da moda também não ficou de fora, com Giorgio Armani doando a quantia de 1,25 milhão de euros (R$ 6,74 milhões) para colaborar com o combate do vírus na Itália, onde a infestação está em altos números. A verba doada pelo estilista será destinada aos hospitais Luigi Sacco, San Raffaele, ao Instituto do Câncer de Milão, ao Instituto Spallanzani de Roma e à Defesa Civil.

A Gucci destinou 1 milhão de euros para a Proteção Civil da Itália e a mesma quantia para a OMS, sendo seguida pela Bulgari, que anunciou a doação de cerca de 200 mil frascos de álcool gel para médicos, enfermeiros e equipes sanitárias da Itália.

Por ser uma pandemia e, portanto, envolver todo o planeta, o novo coronavírus motivou pessoas em todos o cantos, incentivando o surgimento de inúmeras propostas com o intuito de ajudar a passar por essa fase. Em um post no Twitter, o cantor britânico Liam Gallagher fez um apelo ao irmão, Noel, sugerindo um show beneficente do Oasis pós-coronavírus. Como estão brigados há anos, depois da apresentação cada retornaria à sua vida e suas carreiras solo.

Outra proposta, mais ampla, que demanda a união em larga escala, é a encampada pelo cantor Lionel Richie. É bom lembrar que ele participou, em 1984, do projeto USA for Africa, que arrecadou dinheiro para tentar aplacar a fome naquele continente. E, agora, o músico assume uma nova empreitada de mesma envergadura – como na primeira versão, que contou com 45 artistas, que gravaram a música We Are The Wold, a ideia é fazer o mesmo, contando com apoio de outros músicos, que gravariam suas partes separadamente e as mandariam para uma edição.

ESTADÃO CONTEÚDO

source https://www.blogdobg.com.br/xuxa-doou-r-1-milhao-artistas-entram-na-luta-contra-o-coronavirus-fazem-doacoes-milhionarias-e-iniciam-movimento-we-are-the-wold/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *