Sebastian Vettel se torna tetracampeão após vitória no GP da Índia

O piloto Sebastian Vettel venceu o GP da Índia na manhã do ultimo domingo (27) e conquistou o tetracampeonato com três corridas de antecedência. Vettel chega ao tetracampeonato com apenas 26 anos de idade, seis a menos do que quando seu compatriota e ídolo Michael Schumacher conquistou seu quarto título. O francês Alain Prost e o argentino Juan Manuel Fangio, outros dois pilotos na história a atingirem essa marca, o fizeram com 38 e 45 anos de idade, respectivamente.
Ao contrário das outras nove vitórias nesta temporada, Vettel utilizou a estratégia para triunfar. Ele foi para os boxes logo na segunda volta para trocar os pneus macios pelos médios, já que o regulamento obriga a utilização dos dois tipos de compostos. Após sair dos boxes, o piloto começou uma escalada meteórica e se manteve até a bandeirada final na liderança. 

Nico Rosberg, da Mercedes, e Romain Grosjean, da Lotus, completaram o pódio. O espanhol Fernando Alonso, segundo colocado no campeonato, poderia ter impedido a festa de Vettel, mas uma corrida irreconhecível do piloto da Ferrari deu a vitória ao alemão mesmo que ele não tivesse sequer pontuado hoje. Alonso quebrou a bico ainda na largada e fez uma parada muito cedo, mas não conseguiu se recuperar na corrida e terminou em 11º lugar no GP da Índia.

O resultado do Grande Prêmio da Índia já dá à Red Bull também o tetracampeonato do Mundial de Construtores, deixando para as últimas três etapas do calendário apenas as disputas pelos vice-campeonatos de pilotos e de equipes. Abu Dhabi, na próxima semana, Estados Unidos e Brasil são as corridas restantes de 2013.

A prova 


Vettel largou na pole position e conseguiu defender a colocação dos ataques de Nico Rosberg e Lewis Hamilton. A briga pelo título ficou facilitada após Fernando Alonso ser tocado na primeira curva e cair para a parte intermediária da tabela, de onde não saiu. 

O brasileiro Felipe Massa também começou a corrida no Circuito Internacional de Buddh, em Nova Délhi. Ainda no começo da corrida, ele pulou da quinta para a segunda colocação. Quando o alemão da Red Bull foi para os boxes trocar os pneus na segunda volta, Massa assumiu a ponta na corrida. 

A maioria dos pilotos a largar com pneus macios foi para os boxes entre a sexta e oitava voltas. Quando o brasileiro parou, Webber foi para a liderança. Ao voltar dos boxes, Vettel assumiu rapidamente o grupo dos primeiros colocados, assumindo a terceira posição na 13ª volta. Quando Webber foi aos boxes no 28º giro para colocar pneus macios, o tetracampeão chegou a liderança, onde permaneceu até a bandeirada final. O australiano abandonou a corrida com problemas no alternador. 

Com vantagem confortável para o restante do pelotão, Vettel precisou em Nova Délhi apenas fazer o que já está acostumado: manter ritmo forte, receber a bandeira quadriculada na primeira colocação e entrar na história.

Veja o resultado do Grande Prêmio da Índia de Fórmula 1:

1: Sebastian Vettel (ALE/Red Bull)
2: Nico Rosberg (ALE/Mercedes)
3: Romain Grosjean (FRA/Lotus)
4: Felipe Massa (BRA/Ferrari)
5: Lewis Hamilton (ING/Mercedes)
6: Sergio Perez (MEX/McLaren)
7: Kimi Raikkonen (FIN/Lotus)
8: Paul Di Resta (ESC/Force India)
9: Adrian Sutil (ALE/ Force India)
10: Daniel Ricciardo (AUS/Toro Rosso)
11: Fernando Alonso (ESP/Ferrari)
12: Pastor Maldonado (VEN/Williams)
13: Jean-Eric Vergne (FRA/Toro Rosso)
14: Jenson Button (ING/McLaren)
15: Esteban Gutiérrez (MEX/Sauber)
16: Valtteri Bottas (FIN/Williams)
17: Max Chilton (ING/Marussia)
18: Jules Bianchi (FRA/Marussia)

Não completaram:
Nico Hulkenberg (ALE/Sauber)
Mark Webber (AUS/Red Bull)
Charles Pic (FRA/Caterham)
Giedo van der Garde (HOL/Caterham)

Com informações da Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta