Relatórios do Coaf cresceram 25% nas mãos de Sérgio Moro

Os relatórios de inteligência financeira do Coaf cresceram 25% neste ano, mostrou o Jornal Nacional.

O dado contraria o discurso de parlamentares do Centrão de que a volta do órgão à Economia aceleraria suas atividades.

Antes de Sergio Moro, o órgão tinha 30 servidores, hoje tem mais de 50 e até o final do ano terá ao menos 65.

Ao telejornal, o ministro defendeu a manutenção do órgão na pasta da Justiça.

“Você não combate crime organizado, você não consegue ter investigações eficazes contra corrupção e contra financiamento ao terrorismo se não tiver inteligência contra lavagem de dinheiro. Ninguém quer devassar os dados privados dos cidadãos brasileiros”.

O ANTAGONISTA

OPINIÃO DOS LEITORES:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *