QUEIROZ GALVÃO: Empresa alvo na 33º fase da Lava Jato e envolvida em desvios é a que tem os maiores contratos na gestão Carlos Eduardo

A construtora Queiroz Galvão, alvo da 33º fase da operação Lava Jato, denominada de “Resta Um”, deflagrada nesta terça-feira foi a responsável em Natal por todas as obras do complexo viário da arena das dunas, obras que foram realizadas para a Copa do Mundo.
A construtora tem sido acusada de várias irregularidades, desde pagamentos vultuosos de propinas, sobrepreço altíssimos em obras e até de enviar diretores para o exterior para livrá-lo de mandato de prisão e possíveis interrogatórios.
A construtora é bastante conhecida aqui em Natal, principalmente da gestão do atual prefeito Carlos Eduardo, onde liderou um consorcio que recebeu da prefeitura só para as obras do complexo da copa, a quantia de R$ 222,4 milhões.
A Vital Engenharia Ambiental, empresa que foi contratada de urgência para assumir a coleta de lixo em Natal no início da gestão do atual prefeito, e depois vencedora do lote 2 da licitação da coleta no valor de R$ 166 milhões também pertence a Queiroz Galvão. O Lote 2 é a maior fatia do bolo da coleta de lixo da capital.
DOAÇÕES 2012 CAMPANHA CARLOS EDUARDO
Entre os principais doadores para a campanha do prefeito em 2012, está a ATP Engenharia de Recife, ela doou R$ 150 mil. O principal cliente da ATP é justamente a construtora Queiroz Galvão.
Blog do BG

O que você acha ?