PT quer impedir uso do Lula em palanque de aliados ao DEM e PSDB

O Partido dos Trabalhadores no Rio Grande do Norte pretende barrar na
Justiça as presenças da presidente Dilma Rousseff e do ex-presidente
Lula em campanhas que tenham o DEM e o PSDB como aliados de partidos da
base governista.

Segundo a petista Fátima Bezerra, o PT potiguar
só aceitará a presença de Lula e de Dilma, principais cabos eleitorais
nas eleições municipais, em palanques do partido e de legendas aliadas
ao PT.

Há jurisprudência que embasa o entendimento do PT
potiguar: ex-ministro da Integração Nacional na era Lula, Geddel Vieria
Lima (PMDB-BA), candidato ao Governo da Bahia em 2010, foi impedido de
utilizar material com fotos e mensagens do líder petista durante a
campanha por decisão judicial.

A ideia do PT norte-rio-grandense
pode criar embaraços ao deputado Henrique Eduardo Alves, líder do PMDB
na Câmara dos Deputados, que sonha com a presença de Lula e da
presidente Dilma Rousseff no palanque de Hermano Morais em Natal, no
primeiro ou segundo turno da eleição municipal. O PMDB potiguar está
aliado à governadora Rosalba Ciarlini (DEM), que conta com o apoio do
PSDB.

Os petistas estão certos que o ex-presidente Lula
desempenhará papel fundamental nas eleições do próximo ano. Quase metade
dos eleitores em São Paulo pretende votar no candidato que o
ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva indicar nas eleições municipais
de 2012. E o nome que Lula tem apresentado ao eleitorado paulista é o do
ministro da Educação, Fernando Haddad.

De acordo com pesquisa
Datafolha de intenção de voto, a influência do petista, que se trata de
um câncer na laringe, teve aumento recorde em São Paulo, de oito pontos
percentuais, desde setembro e chegou a 48%.

O PT potiguar aposta
no potencial de influência do Lula e da presidente Dilma Rousseff, que
apresenta bons índices de aprovação do seu governo, para alavancar a
candidatura de Fernando Mineiro (PT) à Prefeitura de Natal. Ou, em caso
de alianças no primeiro ou segundo turno das eleições, a presença de
Lula em palanques de partidos aliados ao PT em 2012, provavelmente, PDT e
PSB.
Fonte: nominuto.com

Deixe uma resposta