Procuradoria suíça abriu investigação contra Henrique Alves em fevereiro

A Folha de São Paulo revelou que o Ministério Público da Suíça informou ter aberto uma investigação criminal contra o ex-ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), em fevereiro deste ano, sob suspeita de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Isso porque foi encontrada conta bancária ligada ao peemedebista naquele país, como veio a público na semana passada.
Questionado pela Folha, o Ministério Público da Suíça afirmou nesta terça-feira (21) que a investigação contra Henrique Alves foi transferida ao Brasil em março, por ser ele um cidadão brasileiro que não poderia ser extraditado àquele país. Nesse caso, as autoridades suíças não vão processá-lo naquele país, tendo transferido ao Brasil a responsabilidade sobre o caso.
| Robson Pires |

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.