Prefeito em exercício de Ielmo Marinho diz que, sem tomar posse no cargo, prefeito afastado bloqueou contas e deixou servidores sem salários

Polêmica em Ielmo Marinho com a decisão da justiça que determinou a volta do prefeito afastado, Bruno Patriota, ao cargo.
É que, segundo lembrou o prefeito em exercício, Ionaldo Souza, Patriota responde a outra ação que o impede, inclusive, de ter acesso a prédios públicos no município, o que impede seu retorno à Prefeitura.
Mas segundo o prefeito em exercício, o prefeito afastado, mesmo sem tomar posse, conseguiu junto aos bancos, bloquear todas as contas municipais, inviabilizando os pagamentos de salários dos servidores municipais programados para o fim de mês de julho, bem como os pagamentos de todos os fornecedores da administração.
O prefeito em exercício afirma que o ato provoca riscos à continuidade dos serviços públicos e demonstra uma total falta de sensibilidade e responsabilidade com a administração pública que não pode parar por problemas envolvendo seus gestores.
Blog da Thaísa Galvão

O que você acha ?