Aplicativo da Caixa vai identificar quem tem direito ao ‘coronavoucher’


Imagem: pixabay

A Caixa Econômica Federal vai lançar um aplicativo para começar a cadastrar e identificar os trabalhadores que têm direito a receber o auxílio emergencial de R$ 600, que ficou mais conhecido como ‘coronavoucher’. O aplicativo deve ser lançado nas plataformas digitais a partir de terça-feira (7).

O novo sistema irá identificar os trabalhadores que não estão em nenhuma outra base do governo. O governo estima que há de 15 a 20 milhões de pessoas que não estariam cadastradas em nenhuma base de dados.

Quem já é registrado no Cadastro Único (CadÚnico) ou no Bolsa Família, não precisam fazer novo o cadastro no aplicativo que será lançado pela Caixa.

Na Play Store, o aplicativo do Cadastro Único (CadÚnico) tornou-se o mais baixado em meio ao anúncio das medidas econômicas para minimizar o impacto do coronavírus.

CNN Brasil


Bolsonaro diz que usará a caneta contra integrantes do governo que viraram estrelas

Foto: Alan Santos/PR

Sem citar nomes, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse neste domingo (5) que algo subiu à cabeça de integrantes de seu governo e que “a hora deles vai chegar”, pois não tem “medo de usar a caneta”.

“Algumas pessoas no meu governo algo subiu a cabeça deles. Eram pessoas normais, mas, de repente, viraram estrelas, falam pelos cotovelos, tem provocações. A hora deles não chegou ainda não. Vai chegar a hora deles.”

“E a minha caneta funciona. Não tenho medo de usar a caneta, nem pavor. E ela vai ser usada para o bem do Brasil. Não é para o meu bem. Nada pessoal meu”, afirmou Bolsonaro a um grupo de religiosos que se aglomerou diante do Palácio da Alvorada.

FolhaPress


Parabéns Naldinho

Hoje os parabéns vai para o prefeito Naldinho! Que o pai celeste lhe abençoe com muitas felicidades, paz, saúde, sucesso e tudo de melhor na sua vida. Feliz aniversário 🙏🏻🎂

Professora Márcia, diretora da 4ª DIREC pediu exoneração do cargo

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo
A diretora da 4ª Diretoria  Regional da Educação e Cultura – (com sede em São Paulo do Potengi), professora Márcia Maria Bezerra Soares, a pedido, foi exonerada da diretoria da DIREC. A solicitação foi publicada  no Diário Oficial do RN deste sábado, 4 de abril. Márcia, que vinha fazendo uma gestão bastante positiva à frente daquela Instituição Educacional,  vai disputar o mandato de vereadora na cidade de São Tomé, sua terra natal, na eleição de outubro vindouro.
 
SIlvério Alves


Brasil tem 60 mortos por Coronavírus em 24 horas e 9.056 casos oficiais confirmados

3.abr.2020 - Funcionários do serviço funerário enterram corpo de uma vítima do novo coronavírus no cemitério da Vila Formosa, em São Paulo - Fernando Bizerra/EFE
Corpo vítima do Covid-19 sendo sepultado num cemitério de São Paulo/SP
 
O Ministério da Saúde informou no final da tarde desta sexta-feira, 3 de abril, que subiu para 359 o número de mortes pelo coronavírus no Brasil. Aumento de 60 mortes confirmadas nas últimas 24 horas. 
 
No total, são 9.056 casos oficiais confirmados no país até agora,  segundo o governo, 1.146 casos novos de ontem (2) pra hoje (3), com uma mortalidade de 4%.
 
UOL – foto: Fernando Bezerra – EFE 


Santíssimo Sacramento percorreu as ruas da cidade de São Tomé

A imagem pode conter: 1 pessoa
No final da tarde desta quinta-feira, 2 de abril,  aconteceu um passeio do Santíssimo Sacramento pelas ruas da cidade de São Tomé (Paróquia de Nossa Senhora da Conceição). Os santomeenses pediram fervorosamente que o Cristo Vivo na Hóstia Consagrada, livres-os de todos os males, especialmente da pandemia do coronavírus.
 
O Santíssimo, conduzido pelo padre Antônio Almeida, percorreu inúmeras ruas daquela localidade.

Com informações e fotos da PASCOM da Paróquia de São Tomé/RN

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas em pé, carro e atividades ao ar livre
A imagem pode conter: 7 pessoas, pessoas em pé e atividades ao ar livre
A imagem pode conter: 1 pessoa, atividades ao ar livre
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e atividades ao ar livre
A imagem pode conter: 3 pessoas, carro, céu e atividades ao ar livre


Câmara aprova em 1º turno ‘orçamento de guerra’ para enfrentamento da crise do coronavírus

: Agência Câmara de Notícias

Depois de quatro horas de discussão, o plenário da Câmara aprovou, em primeiro turno, nesta sexta-feira, 3, o texto-base da proposta de emenda à Constituição apelidada de “orçamento de guerra”. Foram 505 votos a favor e 2 contra. O placar favorável superou o da aprovação da reforma da Previdência no ano passado.

Os deputados precisam ainda avaliar um dos destaques (sugestões de mudança) ao texto do relator Hugo Motta (Republicanos-PB). A previsão é que a votação do segundo turno seja realizada ainda hoje.

A PEC cria uma espécie de orçamento paralelo para segregar as despesas emergenciais que serão feitas para o enfrentamento da covid-19 no Brasil. Vai vigorar durante estado de calamidade pública já reconhecido pelo Congresso, que vai até o dia 31 de dezembro deste ano.

A proposta foi também pivô de um conflito entre Maia e o ministro da Economia, Paulo Guedes, que alegou na terça, 31, que as medidas emergenciais não foram editadas porque a PEC não tinha sido aprovada. Na réplica, Maia disse que o governo já tem garantias jurídicas para liberar o auxílio emergencial.

Havia um único ponto em que não há consenso entre Congresso e governo é a possibilidade de o Legislativo sustar as decisões do comitê que será criado para fazer a gestão dos recursos na crise. Um ajuste de redação resolveu a questão. A versão anterior dizia que é dado poder ao Congresso para sustar qualquer decisão “em caso de ofensa ao interesse público ou de extrapolação dos limites da sua ação”. Na atual, diz que a prerrogativa é para “caso de irregularidade ou de extrapolação aos limites do artigo”.

“Essa PEC ajuda a tirar todas as amarras do governo federal. Permite inclusive que ele passe por cima da regra de ouro”, afirmou o deputado Hildo Rocha (MDB-MA). A regra de ouro impede o governo de se financiar para pagar gastos correntes, como salários e benefícios assistenciais.

A proposta cria um “Comitê de Gestão da Crise”, responsável por aprovar as ações do regime emergencial; criar, eleger, destituir e fiscalizar. O presidente Jair Bolsonaro vai presidir o comitê, que será formado pelos ministros da Secretaria-Geral da Presidência da República, da Saúde, da Economia, da Cidadania, dos Transportes, da Agricultura e Abastecimento, da Justiça e Segurança Pública, da Controladoria-Geral da União e Casa Civil.

A proposta original protocolada na Câmara previa a participação de quatro senadores e de quatro deputados, mas sem direito a voto, mas isso foi retirado do texto.

Para o deputado federal Baleia Rossi (MDB-SP), o texto permite que o governo dê respostas em relação às medidas ao novo coronavírus para os brasileiros. “A população está cumprindo seu papel, seguindo orientações da OMS, evitando contato pessoal, mas esperam respostas. A aprovação dessa PEC garante que o governo federal não tenha travas, dificuldades, para disponibilizar recursos para enfrentamento dessa crise”.

A proposta prevê ainda que o Banco Central poderá comprar e vender direitos creditórios e títulos privados de crédito em mercados secundários. Motta incluiu um artigo que prevê que o presidente do Banco Central terá de prestar contas ao Congresso Nacional, a cada 45 dias, sobre essas operações. As operações precisarão de autorização do Ministério da Economia e o aporte de capital de pelo menos 25% do Tesouro Nacional. Hoje, o BC é proibido de fazer essa prática, comum em outros países como nos Estados Unidos.

O líder da oposição da Câmara, deputado André Figueiredo (PDT), afirmou que vai insistir na aprovação de medidas para garantir mais transparência nas ações da autarquia. “Queremos sim que os atos do BC, obviamente respeitando o sigilo bancário a qual os dirigentes são submetidos, possam ser transparentes e que em uma legislação infraconstitucional possamos garantir isso”, disse.

Apenas seis deputados não votaram, Igor Kannário (DEM-BA), Stephanes Junior (PSD-PR), Marlon Santos (PDT-RS), Aluísio Mendes (PSC-MA), Gonzaga Patriota (PSB-PE) e a deputada Áurea Carolina (PSOL-MG), que está de licença-maternidade.

Estadão Conteúdo


Deputado Benes atende pedido de Alex e destina R$ 230 mil para ajudar São Paulo do Potengi no enfrentamento do coronavírus

 
O deputado federal Benes Leocádio (Republicanos) destinou R$ 230 mil para a saúde de São Paulo do Potengi. O recurso é para incremento temporário ao custeio dos serviços de Atenção Básica e Saúde (PAB), tendo como objetivo melhorar o atendimento à população para o enfrentamento do coronavírus (Covid-19).
 
O deputado Benes atendeu o pedido do empresário Alex Azevedo de ajudar a saúde do município no enfrentamento à pandemia. Alex é presidente do Republicanos (partido de Benes) em São Paulo do Potengi e pré-candidato a prefeito.
SPPNews


A projeção da Sesap é de 300 mortes por Covid-19 nos próximos 30 dias no RN

O secretário-adjunto de Estado de Saúde Púbica Petrônio Spinelli afirmou que o Governo do Estado trabalha com uma projeção de 300 mortes por Covid-19 nos próximos 30 dias. A informação foi repassada aos jornalistas em coletiva de imprensa realizada nesta sexta-feira (3).
Até o momento, quatro óbitos foram confirmados no Estado, sendo três em Mossoró e um em Natal. Todas as mortes ocorreram no período de uma semana.
Spinelli voltou a defender a necessidade do isolamento social no Rio Grande do Norte.
“As pessoas precisam entender que precisam estar em casa de verdade. Nosso maior dilema é gente chegar precisando de respirador e não ter para todo mundo”, desabafou.
Leia matéria completa aqui no Saiba Mais – Agência de Reportagem.


TSE cogita adiar eleições para dezembro

Ministros do TSE cogitam adiar as disputas municipais de outubro para dezembro, diz O Globo.

Mas eles descartam prorrogar os mandatos dos atuais prefeitos e vereadores.


Noite de raios e trovões em Natal gera imagens impressionantes

Foto: Rafael Bulhões
A noite desta quinta-feira (2) começou com chuva e muitos relâmpagos, raios e trovões em Natal. Destaque para a incrível foto que recebemos do Rafael Bulhões. Segundo ele, o registro foi feito no bairro de Lagoa Nova com as lentes direcionadas ao bairro de Ponta Negra.
 
BG

Dois secretários municipais de São Paulo do Potengi pedem exoneração para concorrer ao Legislativo

Secretária de Saúde de São Paulo do Potengi participa de Congresso ...
Dailva Bezerra
Em tempos de coronavírus, com as atenções do mundo inteiro  voltadas para a pandemia global,  jamais vista na história da humanidade, no nosso país um significativo número de pessoas,  prepara-se para disputar as eleições municipais de outubro vindouro, para vereadores, vice-prefeitos e prefeitos, caso o pleito não seja adiado devido o vírus.
 
Portanto, vale dizer que o Calendário Eleitoral está em pleno desenvolvimento, e quem perder as datas, ficará para trás se a eleição não for adiada, como já tem vários setores da sociedade brasileira defendendo que seja. Por exemplo: A Lei Eleitoral determina que em certas situações, quem exerce cargos de confiança no Serviço Público, tem até hoje, 4 de abril, para se exonerar da função, caso pretenda concorrer a um cargo eletivo.
 
Quem deseja disputar a eleição municipal de 2020, também tem até hoje (4),  para se filiar ou mudar de legenda partidária.
 
Em São Paulo do Potengi, dois secretários municipais solicitaram exoneração de seus cargos, para poder concorrer a uma cadeira na Câmara de Vereadores de nosso Município. São eles: Rodrigo Amaro, secretário municipal do Meio Ambiente e Dailva Bezerra da Silva, secretária municipal de Saúde.
A imagem pode conter: 1 pessoa, barba e close-up
Rodrigo Amaro
 
Blog do Silvério Alves

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


PUBLICAÇÕES

Blogs parceiros

Receba atualizações

Copyright 2020 © All rights Reserved. Design by OFFICE FIX
Abrir conversa
1
Olá,
Se você tiver uma notícia, mande aqui pelo WhatsApp, que a gente publica !

É só clicar no botão abaixo !
Powered by