Adriano é o maior goleador brasileiro da última década, diz estudo

O atacante Adriano, do Corinthians, é o maior goleador brasileiro na
última década (2001-2010) de acordo com a Federação Internacional de
História e Estatística do Futebol (IFFHS). O jogador é o 15º na lista
mundial, que tem Van Nistelrooy, do Málaga, como líder. O holandês, que
jogou por Manchester United, Real Madrid e Hamburgo, acumula 86 gols, um
a mais que o francês Henry. O terceiro goleador é o marfinense Drogba,
do Chelsea, com 83.

Luis Fabiano, do São Paulo, aparece na 17ª
posição com 57 gols. Ronaldinho Gaúcho é o 26º, com 54 gols – mesmo
número do português Cristiano Ronaldo. A surpresa é o angolano Flavio da
Silva Amado, que é o sexto artilheiro da última década com 73 gols,
superando nomes conhecidos como Raúl, David Villa e Shevchenko.

A
IFFHS levou em conta os gols marcados nos jogos pelas seleções
nacionais nas fases finais de torneios olímpicos, no mundial de clubes,
competições continentais de times nacionais, supercopa continental das
federações e confrontos oficiais entre os respectivos clubes campeões
continentais.

Confira a lista dos goleadores:

1. Ruud van Nistelrooy (Holanda) – 86 gols
2. Thierry Henry (França) – 85
3. Didier Drogba (Costa do Marfim) – 83
4. Miroslav Klose (Alemanha) – 81
5. Samuel Eto’o (Camarões) – 79
6. Flávio da Silva Amado (Angola) – 73
7. Dimitar Berbatov (Bulgária) – 71
8. Raúl González (Espanha) – 71
9. David Villa (Espanha) – 68
10. Andrey Shevchenko (Ucrânia) – 68
14. Jared Borgetti (México) 58
15. Adriano (Brasil) – 58
17. Luis Fabiano (Brasil) – 57
25. Diego Forlán (Uruguai) 54
26. Ronaldinho (Brasil) – 54
27. Cristiano Ronaldo (Portugal) – 54
Fonte: nominuto.com

Uern anuncia inscrição para mestrado a partir do dia 19 deste mês

As inscrições para o Mestrado em Letras da UERN estarão abertas no
período de 19 de dezembro de 2011 a 27 de janeiro de 2012, com  25 vagas
distribuídas em duas linhas de pesquisa: (i) Discurso, memória e
identidade; e (ii) Texto, ensino e construção de sentidos.

O
Curso de Mestrado em Letras da UERN é  reconhecido e recomendado pela
CAPES e apresenta um corpo docente de alta qualidade, com doutores
formados em instituições de diversas regiões do Brasil, com experiência
em desenvolvimento de pesquisas e em formação de recursos humanos na
própria UERN e fora dela. Esse corpo docente é hoje formado por 19
pesquisadores doutores com experiência na aprovação de projetos de
pesquisa em agências de fomento nacionais e regionais. Vários deles são,
também, Bolsistas de Produtividade em Pesquisa e atuam em cooperação
com pesquisadores e grupos de pesquisa nacionais e estrangeiros.

Devido
a sua área interdisciplinar de concentração, em ESTUDOS DO DISCURSO E
DO TEXTO, o Curso de Mestrado em Letras tem despertado o interesse de
profissionais de diferentes áreas do conhecimento: Linguística, Língua
Portuguesa, Línguas Estrangeiras Modernas e Clássicas, Literaturas
Brasileira e Estrangeira, Pedagogia, Comunicação Social,
Biblioteconomia, Artes, Jornalismo, Filosofia, Sociologia, Psicologia,
Administração, Direito, História, Ciências Sociais, entre outras.

O
grande encontro dessas áreas está exatamente no interesse pelo estudo
dos discursos, pelas práticas discursivas, de identidades e memória
inerentes à linguagem humana. Na descrição da própria área de
concentração temos a abertura para esse encontro, o que é também um
ponto forte desse Programa de Pós-Graduação: “Estudos sobre o discurso e
o texto em diversas práticas discursivas, sob múltiplas abordagens
teóricas, numa perspectiva interdisciplinar de construção do
conhecimento na área da linguagem, em que os textos, como materialização
dos discursos, possibilitam a investigação em diversos campos
discursivos”.

Informações completas sobre a Seleção 2012 podem ser obtidas aqui oupelo telefone: (84) 3351.2560 ou 2275 – falar com Secretaria do Mestrado em Letras.
Fonte: Diário de Natal

RN contabiliza quase 13 mil casos de dengue

 

O Rio Grande do Norte notificou, até o dia 10 de dezembro, 27.820 casos de dengue, sendo 12.995 confirmados.

As
informações são do Programa Estadual de Combate a Dengue, que divulgou,
nesta quinta-feira (15), mais um boletim epidemiológico com os números
da dengue no estado.

Conforme os últimos dados, o quantitativo de
municípios do Estado que apresentam incidência alta da doença
corresponde a 116, enquanto 38 estão com média e 13 com baixa.

O
município de Natal permanece com incidência alta, registrando o maior
número de notificações de casos suspeitos do RN (9.407). Em seguida,
estão os seguintes municípios: Mossoró (2.605), Parnamirim (1.838),
Santa Cruz (1.053), São Gonçalo do Amarante (690), João Câmara (644),
Macaíba (548), Nova Cruz (440) e Pau dos Ferros (408).

O
Programa Estadual de Controle da Dengue alerta a população para a
importância das medidas de prevenção, principalmente por meio da
eliminação de criadouros, para combater a dengue. 
Fonte: nominuto.com

Dívidas levam 61 municípios do RN a terem restrição no CAUC

Pelo menos 61 municípios do Rio Grande do Norte passaram a ter
restrição no Cadastro Único de Convênios (CAUC) e estão impedidos de
renovar a Certidão Negativa de Débitos (CND) emitida pela Previdência
Social conjuntamente com a Receita Federal.
O presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte
(FEMURN), prefeito Benes Leocádio, de Lajes, observa que essa situação é
reflexo de “vários fatores” e alerta que a legislação previdenciária
aplicada pela Receita Federal pode inviabilizar mais de 50% dos
municípios do Estado neste final de ano. O número de municípios nessa
situação poderá chegar a 120. A FEMURN vai convocar os prefeitos de
todos os municípios afetados para uma reunião na próxima semana.
De acordo com o presidente da FEMURN, a restrição no CAUC impede que
os municípios recebam recursos de convênios e de emendas ao Orçamento
Geral da União. O
bloqueio no Fundo de Participação dos Municípios paralisa a
administração, impedindo o recebimento de recursos destinados às áreas
de Saúde e Educação e inviabilizando o cumprimento do calendário de
pagamento do 13º e do salário de dezembro dos servidores municipais.

Fonte: Tribuna do Norte
Após quatro meses de investigação acerca de concursos realizados pelas
empresas CONCSEL e SOLUÇÕES em municípios do interior do Estado, o
Ministério Público do Rio Grande do Norte desencadeou a Operação “Q.I”,
dando cumprimento a quatro mandados de prisão e nove mandados de busca e
apreensão, expedidos pelo Juízo de Direito da Comarca de Martins,
resultando na prisão de mais três pessoas em razão de flagrantes de
crimes, totalizando sete pessoas presas.

A operação contou com o
apoio da Polícia Militar e da Polícia Rodoviária Federal, com
diligências de buscas e prisões simultâneas nas cidades de Natal,
Parnamirim, Martins, Mossoró e Severiano Melo, onde 19 Promotores de
Justiça e mais de 120 policiais militares cumpriram as ordens judiciais.

A
investigação iniciou-se na Comarca de Santa Cruz e posteriormente
passou a ser conduzida pela Promotoria de Justiça de Martins juntamente
com o Grupo de Atuação Especializada de Combate ao Crime Organizado
(GAECO), descortinando uma organização criminosa que atuou na realização
de concursos públicos no interior do Estado e, notadamente, no
município de Martins/RN no mês de outubro deste ano.

adriano abreuOperação QI – mandados são cumpridos na rua afrânio peixoto no bairro de Barro Vermelho

A
quadrilha fraudava os concursos públicos através de acordos ilícitos
para o ingresso de pessoas no serviço público através do pagamento de
“propina” e concessão de outros favores. A investigação comprovou que o
esquema comandado pelos sócios da empresa organizadora de concursos
públicos CONCSEL, aprovam pessoas indicadas por integrantes dos Poderes
Executivo e Legislativo dos municípios ou através do pagamento de
valores direto pelo próprio candidato. Os candidatos assinavam gabaritos
fraudados, preenchidos pela própria organização criminosa em momento
posterior à realização das provas com a marcação de respostas corretas
em número suficiente para a aprovação dos favorecidos.

O modus operandi da quadrilha instalada dentro da CONCSEL, empresa organizadora de concursos públicos pode assim ser resumido:

a)
contato com Prefeitos ou Secretários, com oferta de elaboração de
projetos de lei que determinem a criação de cargos públicos ou
reformulação da estrutura administrativa;

b) contato posterior
para elaboração de editais e demais atos da licitação, oportunidade em
que é acertada a vitória da empresa CONCSEL na licitação em troca de
aprovação de candidatos;

c) conluio com empresas “parceiras” para fraude aos procedimentos licitatórios;

d)
acerto com municípios, através de funcionários do alto escalão,
normalmente secretários de administração ou saúde, procuradores,
prevendo o número de vagas destinadas a pessoas ligadas aos mesmos,
sendo fornecida pelo município lista com o nome dos candidatos a serem
aprovados;

e) acerto com clientes fixos e eventuais, vendendo vagas em troca de dinheiro e outros favores;

f) coleta de assinaturas dos candidatos em gabaritos preenchidos pela quadrilha;

No
concurso público do município de Martins, realizado no último mês de
outubro, vários candidatos foram aprovados em razão dessas fraudes.

Ressalte-se,
desde já, que a investigação contra a empresa CONCSEL CONCURSOS E
SELEÇAO DE PESSOAL LTDA EPP se deveu as suspeitas levantadas contra a
SOLUÇÕES METODOS E SELEÇÃO DE PESSOAL LTDA ME, as quais possuem o mesmo
quadro societário e que já fora alvo de investigações e ações
anteriores, em razão da prática de fraude a licitações.

Além das
fraudes nos concursos públicos, a quadrilha igualmente praticou outros
delitos, como fraudes à licitação, corrupção passiva e tráfico de
influência.

Após o cumprimento das mencionadas ordens judiciais, o
Ministério Público Estadual analisará os documentos apreendidos e, em
tempo hábil, oferecerá denúncia acerca dos fatos delituosos
investigados.
Fonte: MP/RN / Tribuna do Norte

Receita libera hoje restituições do último lote do IR 2011

O último lote de declarações do Imposto de Renda Pessoa Física 2011 será
liberado no banco nesta quinta-feira (15), para um total de 110.525
contribuintes, totalizando R$ 255.091.276,88.

Para o exercício
de 2011, serão creditadas restituições para 86.979 contribuintes, no
valor de R$ 211.390.978,56. Desse total, 10.201 referem-se aos
contribuintes de que trata a Lei nº 10.741, de 1º de outubro de 2003
(Estatuto do Idoso).

A consulta ao lote pode ser feita na página da Receita Federal na internet (www.receita.fazenda.gov.br) . Quem não entrou em nenhum dos sete lotes regulares no ano é porque caiu na malha fina.

A
Receita paga também hoje restituições de declarações que estavam
retidas a malha fina, referentes aos lotes de 2010 (ano calendário de
2009), 2009 (ano calendário de 2008) e 2008 (ano calendário de 2007)
para 110.525 contribuintes.

A restituição ficará disponível no
banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo,
deverá requerê-la pela internet, mediante o Formulário Eletrônico –
Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço
Declaração IRPF.

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte
poderá procurar qualquer agência do BB ou ligar para a Central de
Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001
(demais localidades) e 0800-729-0088 (deficientes auditivos), para
agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em
qualquer banco.
Fonte: nominuto.com

Dona de casa acha ouro em moela de galinha

A dona de casa Ivanilde Batista, moradora de Campina do Monte Alegre
(SP), não encontrou a galinha dos ovos de ouro, mas achou a galinha com
ouro na moela. No sábado, ela comprou uma galinha caipira em um sítio
para preparar uma galinhada e encontrou pequena porção de ouro na moela
da ave. O brilho da pedrinha chamou a atenção de Ivanilde. Ontem, ela
consultou um joalheiro de Itapetininga que confirmou ser mesmo ouro, mas
uma pedrinha tão pequena que não chega a 1 grama e não tem peso mínimo
para ser vendida. Assim, a dona de casa deixou de ganhar R$ 100, preço
do grama de ouro no mercado.

PT ataca PSDB e abre espaço para alianças em 2012

O Diretório Nacional do PT aprovou uma resolução
política que ataca seu principal adversário, o PSDB, ao chamar o partido
de “nau sem rumo”. A classificação é uma referência direta à
indefinição dos tucanos na escolha de um candidato para as eleições
municipais de 2012 em São Paulo. A crítica ao PSDB foi debatida em uma
reunião realizada em Belo Horizonte há 10 dias. Na reunião de hoje, em
São Paulo, a cúpula do partido decidiu manter o trecho. O texto petista
cita uma frase do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que disse ser
“mais fácil falar do futuro do euro do que o do PSDB”, em alusão à
disputa interna pela candidatura à Prefeitura da capital paulista.

“(FHC)
descreveu a nau sem rumo em que se converteu o principal partido da
oposição conservadora do País. Se o Brasil ainda estivesse sob o jugo
dos tucanos estaria arremetido no turbilhão da crise internacional, com
milhões de desempregados e se veria face a novas privatizações e ameaças
à soberania nacional”, avalia a cúpula do PT. Em uma versão anterior,
discutida em Belo Horizonte, FHC era chamado de “guru-mor”, mas a
expressão foi retirada da redação aprovada hoje.

Apesar do
ataque, a direção petista afirma que não deve “subestimar a oposição”,
que “dirige governos importantes e, mesmo sendo minoritária na
sociedade, possui bases eleitorais significativas”. “Sua ação, no
entanto, hoje se desenrola no plano das denúncias sem coragem de assumir
suas concepções econômicas e sociais que são da mesma natureza daquelas
geradoras da crise internacional”, critica o partido.

A
resolução política do PT indica que o partido pretende usar as eleições
de 2012 para “sustentar e ampliar” o apoio a seu projeto nacional. A
afirmação seria um contraponto à estratégia eleitoral de 2010, quando
candidaturas próprias petistas foram prejudicadas em nome da aliança
nacional pela eleição da presidente Dilma Rousseff.

A direção
reconhece, no entanto, a necessidade de alianças. “As eleições serão
também um momento de unidade programática com nossos aliados,
compreendendo a necessidade de alianças que devem levar em conta a
legítima aspiração de cada partido ao seu crescimento e a posição
relativa de força de cada um na sociedade”, afirma.

A disputa do
ano que vem será “um momento de fortalecimento” do partido. O texto
volta a destacar a necessidade de “unidade” da sigla, a exemplo dos
acordos que evitaram a realização de prévias para a escolha de
candidatos – como foi o caso de São Paulo. “Neste aspecto, por sinal, a
definição de candidaturas em São Paulo e Porto Alegre atestam a
disposição da militância de entender a unidade como um instrumento para
chegar à vitória nas urnas”, diz a resolução. O texto também descreve as
consequências da crise financeira mundial, responsabiliza o
neoliberalismo e defende o controle da economia pelos governos.

 

Estado de Minas / Diário de Natal

Subsídio da PM e Bombeiros será votada nesta quarta-feira na Assembléia Legislativa

Os Deputados Estaduais vão votar a mensagem governamental nº 031/2011,
enviada pela governadora Rosalba Ciarlini, que trata sobre os subsídios
dos Policiais Militares e Bombeiros Militares do Rio Grande do Norte.

Em
linhas gerais, a Proposição visa estabelecer o regime remuneratório de
subsídio para os militares estaduais, isto é, Policiais Militares e
Bombeiros Militares, a partir de reivindicação e consenso entre o
Comando das Corporações e as Associações representativas dos praças e
dos oficiais.

A medida está em consonância com o §9º do art. 144
da Constituição Federal, que, por sua vez, remete ao §4º do art. 40 da
Carta Magna, estipulando o subsídio “fixado em parcela única, vedado o
acréscimo de qualquer gratificação, adicional, abono, prêmio, verba de
representação ou outra espécie remuneratória”.

A Governadora
pediu pressa na apreciação da matéria pela importância que o assunto tem
para as corporações e, principalmente, para o Estado. O presidente da
Assembléia Legislativa, Ricardo Motta, pediu aos líderes partidários a
dispensa de tramitação da mensagem para que ela pudesse ser votada nesta
quarta.

Com informações da assessoria de imprensa do Governo do Estado / Tribuna do Norte

BNDES vai emprestar R$ 1,8 bi para construção de usinas eólicas no RN

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou a
liberação de financiamentos de R$ 1,8 bilhão para construção de 26
usinas eólicas (geração de energia a partir dos ventos) no Nordeste. Os
parques geradores serão erguidos no Rio Grande do Norte, com potência
instalada total de 628,8 megawatts (MW). Os projetos envolvem
investimentos de R$ 2,6 bilhões.

Os recursos do BNDES serão concedidos a quatro projetos.
O primeiro, União dos Ventos, envolve a construção de dez parques
eólicos nos municípios de Pedra Grande e São Miguel, por meio de dez
sociedades de propósito específico (SPEs), criadas pelas empresas Ventos
Potiguares e Serveng Energias Renováveis, controladas pelo Grupo Soares
Penido.
O projeto São Bento, do Grupo Galvão, prevê a construção
de quatro complexos de geração eólica no município de São Bento do
Norte, um dos projetos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do
governo federal.
Já o Complexo Eólico Asa Branca, da Contour Global do
Brasil, prevê a construção de cinco usinas nos municípios de João
Câmara, Jandaíra e Parazinho, no semiárido potiguar.
O último projeto, Desa Morro dos Ventos, engloba sete
parques geradores nos municípios de João Câmara e Parazinho, e é
conduzido pelo grupo Desa Eólicas.
Somados, os quatro projetos irão gerar mais de 2 mil
empregos diretos e indiretos no estado. Com esse financiamento, o
crédito total aprovado este ano pelo BNDES para o setor eólico alcança
R$ 3,3 bilhões. O valor supera em 275% o montante do ano passado (R$ 1,2
bilhão).
Fonte: nominuto.com