Câmara de São Paulo do Potengi inaugura nesta sexta suas novas instalações

As novas instalações da Câmara Municipal de São Paulo do Potengi serão inauguradas na noite desta sexta-feira à partir das 19:00hs. Serão inaugurados os 11 gabinetes dos Vereadores.

Na sessão desta quinta o Presidente Allysson destacou que todos os homenageados são ex-vereadores de São Paulo do Potengi já falecidos. Os vereadores Getúlio, Telma, Jales, Assis Araújo, Neilson e Allysson fizeram a discussão do tema e destacaram a importância de cada um dos nomes propostos.

Projeto que suaviza Lei de Responsabilidade Fiscal para municípios é aprovada

Deputados aprovaram nesta quarta-feira, 5, projeto de lei que afrouxa a Lei de Responsabilidade Fiscal para municípios e permite que as administrações regionais ultrapassem o limite de gastos com pessoal sem sofrer punições. No plenário, foram 300 votos favoráveis, 46 contrários e 5 abstenções. Entre os partidos, apenas PSDB e PSL orientaram contra a aprovação.O projeto permite aos municípios receberem transferências voluntárias, obterem garantia direta ou indireta de outro ente e contratarem operações de crédito mesmo se não reduzirem despesas com pessoal que estejam acima do limite.A medida será possível para os municípios que a receita real tenha queda maior que 10%, em comparação com o mesmo quadrimestre do ano anterior, devido à diminuição das transferências recebidas do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e devido à diminuição das receitas de royalties e participações especiais.A proposta veio do Senado e segue agora direto para a sanção do presidente Michel Temer, já que não foi alterada.

Agência Estado

Em Santa Maria médica não encontra água nem energia elétrica para trabalhar

Por Emmily Virgílio – Inter TV Cabugi

Esta quarta-feira (6) foi o terceiro dia de trabalho da médica Kássia Galvão, em Santa Maria, a 66 quilômetros de Natal. Ela deixou um programa do Ministério da Saúde em outro município do Rio Grande do Norte e assumiu a vaga deixada por uma médica cubana, no Mais Médicos. O salário mais alto contribuiu para a decisão da mudança. Essa é a mesma situação de outros 109 profissionais da medicina que atuavam na atenção básica à saúde no estado potiguar.
Kássia Galvão estava lotada na cidade de Lagoa Salgada e por lá recebia R$ 7 mil. O Mais Médicos está pagando R$ 11.800, líquido. “O Programa Mais Médicos não tem desconto. É um dinheiro que vem líquido, e também nós não declaramos Imposto de Renda com ele. É considerado como uma bolsa. Para o profissional é excelente, e ainda oferta uma educação continuada. Então ele oferta pro profissional que escolhe entrar no programa uma especialização em saúde da família, da comunidade, uma saúde da atenção básica. E isso é importante para o profissional que está melhorando seu atendimento e para a população que vai ganhar com um profissional mais qualificado”, argumenta.
No Rio Grande do Norte, 110 médicos saíram do Programa de Estratégia de Saúde da Família e foram para o Mais Médicos. Os dados foram confirmados pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap).
Nas unidades de saúde em que Kássia Galvão atendeu neste primeiro dia de trabalho falta água para lavar as mãos e até para beber. A geladeira em que ficam armazenadas as vacinas não pode ser usada porque a unidade nunca teve energia elétrica.
“Pra gente aqui ficou melhor (com a chegada da médica). Apenas que não tem água, não tem luz no posto, né? Tem os materiais tudinho aí pra funcionar, mas que não tá funcionando, porque não tem água. Dizem que vão botar, vão botar… Mas até agora não botaram. Não sei quando vão botar, não”, reclama a paciente Maria José Bento Da Silva, dona de casa.“Essa situação de trabalhar nessas condições é algo que ainda vai ser conversado com a gestão, porque essa é a primeira semana que a gente tá entrando em atividades. Não é fácil trabalhar nessas condições, mas a gente tenta dar o melhor porque é o que os pacientes merecem, e eles também estão nas mesmas condições que nós, sofrendo com o mesmo calor”, afirma a médica.
G1 RN

EM PRIMEIRA MÃO: TSE julga Processo Eleitoral favorável ao Prefeito Naldinho e Encerra as eleições de 2016, em São Paulo do Potengi/RN

Resultado de imagem para naldinho sao paulo do potengi

O Ministro do Supremo Tribunal Federal e do Tribunal Superior Eleitoral Luis Roberto Barroso julgou na tarde desta quinta-feira, 06 de dezembro de 2018, recurso apresentado contra o Acórdão do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte que já negava o recurso ordinário apresentado por Pacelli contra o prefeito de São Paulo do Potengi Naldinho e seu Vice-prefeito Erivan.

O Ministro negou o andamento do processo, considerando que não cabia tal recurso.
Com a decisão, a instância máxima da Justiça Eleitoral confirma que Naldinho foi eleito em 2016 sem irregularidades.
Blog Silvério Alves

Ponte Newton Navarro será fechada na madrugada deste final de semana; DER vai instalar dois pórticos com placas de sinalização de indicação de destino

A Ponte Newton Navarro e a Rua Conselheiro Tristão, na zona Norte de Natal, serão fechadas do sábado (08) e domingo (09) A interdição ocorrerá das 22h às 06h. Com isso, o motorista que desejar entrar ou sair da dessa região durante o período deve utilizar a Ponte de Igapó.

De acordo com a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU), o fechamento foi solicitado pelo Departamento de Estradas de Rodagens (DER), que vai instalar dois pórticos com placas de sinalização de indicação de destino, sendo um na cabeceira da Ponte Newton Navarro no lado da zona Norte e outro na Rua Conselheiro Tristão, nas proximidades do Viaduto da Redinha.

ÔNIBUS

As linhas de ônibus que circulam pela Ponte Newton Navarro terão a operação alterada. As linhas 35 (Soledade/Candelária), 64A/43 (Nova Natal/Praia do Meio/Candelária) e 78A/47 (Santos Reis/Nova Descoberta) terão suas últimas viagens iniciando e terminando no Terminal de Ônibus de Brasília Teimosa, em Santos Reis. A linha 75 (Parque das Dunas/Ribeira) terá suas últimas viagens com ida e volta pela Ponte de Igapó e as linhas 84 (Soledade/Ribeira) e 85 (Soledade/Ribeira) terão a operação suspensa a partir das 22h.

Em caso de dúvidas os usuários podem ligar para o Alô STTU – no telefone 156 – ou perguntar pelo Twitter oficial: @156Natal.

Emater realiza reunião administrativa em Caiçara do Rio do Vento

A Emater – Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural do Rio Grande do Norte, realizou ontem, 05 de dezembro, reunião administrativa sobre a avaliação das atividades desenvolvidas no ano de 2018.

Os 16 municípios que fazem parte da região administrativa participaram do evento.

Equipe da 4ª DIREC participa de Jornada Pedagógica, em Natal

A equipe técnica e pedagógica da 4ª Diretoria Regional da Educação e Cultura, com sede em São Paulo do Potengi, composta por sete técnicos, tendo à frente o atual diretor da Instituição, professor Silvério Alves está participando em Natal desde ontem (5), dos preparativos e orientações para a realização da Jornada Pedagógica 2019 que acontecerá no início de fevereiro vindouro, em todas as Escolas Estaduais do Rio Grande do Norte.
,
O evento que vai até a próxima sexta (7) que está sendo realizado pela  Secretaria Estadual da Educação está acontecendo no Hotel Holiday Inn,  conta com a participação de educadores de todo RN.
Blog do Silvério Alves

UTILIDADE PÚBLICA (São Paulo do Potengi): SERVIÇO DE MELHORIA NA REDE ELÉTRICA COM DESLIGAMENTO PROGRAMADO

A Cosern comunica que, para realizar serviços de melhoria na rede elétrica, será necessário interromper temporariamente o fornecimento na quinta-feira, 13, das 08h30 às 12h30, na Fazenda Cachoeirinha e adjacências, no município de São Paulo do Potengi.

Caso os serviços sejam realizados antes do horário previsto, a rede será energizada sem aviso prévio.

Fique atento: a Cosern sempre avisa antecipadamente quando precisa realizar desligamento programado na rede elétrica.

  • Em caso de falta de energia, a Cosern orienta: Enviar um SMS para 26560, informando apenas o número da sua conta contrato. Para facilitar, salve-a no bloco de notas do seu smartphone; ou Telefonar para o 116.

Agenda do Centro da Visão de São Paulo do Potengi

Quem faz o pão…

Paiva Netto
A Economia não pode ser o reino do egoísmo. Ora, ela está aí para beneficiar todos os povos, compartilhando decentemente os bens da produção planetária. Se isso, porém, não ocorre, é porque se faz necessária uma mudança espiritual-ética de mentalidade, principalmente pelo prisma do Novo Mandamento de Jesus, o Cristo Ecumênico, o Divino Estadista, pois ensina que nos devemos amar como Ele nos tem amado: “Amai-vos como Eu vos amei. Somente assim podereis ser reconhecidos como meus discípulos, se tiverdes o mesmo Amor uns pelos outros” (Evangelho, segundo João, 13:34 e 35). Senão, os predadores das multidões podem ganhar a batalha, que a eles no devido tempo, da mesma forma, consumirá. O desprezo às massas populares é multiplicação de desesperados. Certamente, alguém já concluiu que quem faz o pão deve, de igual modo, ter direito a ele. Alerto para o fato de que, se o território não é defendido pelos bons, os maus fazem “justa” a vitória da injustiça.
Haveremos de assistir ao dia em que a Economia terrestre será bafejada pelo espírito de Caridade, porque a Luz de Deus avança pelos mais recônditos ou soturnos ambientes do pensamento e da ação humanos. Portanto, que os chamados bons se levantem em nome da Paz e espalhem essa Sublime Claridade para iluminar a escuridão que ainda campeia pelo mundo. Foi o Divino Mestre quem afirmou: “Assim também brilhe a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas obras e glorifiquem vosso Pai que está nos Céus” (Evangelho, segundo Mateus, 5:16).
Desumanidade gera desumanidade — No meu estudo Cidadania do Espírito (2001), afirmo que desumanidade gera desumanidade. Aí está, em resumo, a explicação do estado atual nas diversas regiões do planeta. Porém, com a riqueza de nosso Espírito, podemos edificar um amanhã mais apreciável. Entretanto, nenhuma reforma será duradoura se não houver o sentido de Caridade, o respeito ao ser humano e o bom comando das gentes atuando no coração.
Caridade é a comprovação do supremo poder da Alma ao construir épocas melhores de vida material e espiritual para os países e seus povos, os Cidadãos do Espírito. Resta às criaturas aprender em definitivo a enxergar essa realidade e a desenvolver a compaixão, aliada à Justiça. Desse modo, com o passar das eras, o mundo abandonará a doença que, pelos milênios, lhe tem feito tanto mal: a pouca atenção que dá à força do Amor Fraterno, “princípio básico do ser, fator gerador de vida, que está em toda parte e é tudo”.
Sobre o sublime ato de se doar ao próximo e suas consequências sociais, assim se manifestou o pensador político francês Alexis de Tocqueville (1805-1859), autor de A Democracia na América: “A caridade individual se dedica às maiores misérias, procura o infortúnio sem publicidade e, de maneira silenciosa e espontânea, repara os males. Ela se faz presente onde quer que haja um infeliz a ser resgatado e cresce junto com o sofrimento. (…) Pode produzir somente resultados benéficos. (…) Alivia muitas misérias, sem produzir nenhuma.
Identificação no Bem de norte a sul, de leste a oeste — Enquanto os governos não chegam às “soluções definitivas” para a miséria, que cada criatura, por iniciativa pessoal ou em comunidades, faça mais do que puder — e não o deixe de realizar — pelo semelhante, pondo em ação o poderoso espírito associativo de Caridade, tão apregoado e vivido por Jesus, Muhammad, Moisés, Buda, Onisaburo, Confúcio, Gandhi e outros luminares da História não somente do campo religioso.

Hospital Giselda Trigueiro na luta de 30 anos contra a Aids

Em alusão ao Dia Mundial de Luta contra a Aids, comemorado há 30 anos no dia 1º de dezembro, o Hospital Giselda Trigueiro (HGT), referência no atendimento de doenças infectocontagiosas, promoverá atividades com foco na prevenção, na adesão das pessoas que vivem com HIV-PVHIV ao tratamento e continuidade do cuidado e nos deveres e direitos dos usuários que vivem com HIV. As ações terão início nesta segunda-feira (03) e seguirão até o dia 29/12.
Para mobilizar todos os envolvidos nessa questão, a programação contará com rodas de conversa com trabalhadores sobre Aids, sala de espera no Serviço de Atendimento Especializado (SAE)/Hospital Dia, atividade cultural/musical através do coral de trabalhadores e usuários do HGT, além de literatura de cordel.
As ações marcam o Dezembro Vermelho, cujo objetivo é chamar atenção para as medidas de prevenção, assistência, proteção e promoção dos direitos das pessoas infectadas pelo HIV. A iniciativa é fruto de uma parceria com o Hospital Dia, Núcleo de Educação Permanente, Coral do HGT, Coordenação Estadual das IST/Aids e Hepatites Virais, usuários, trabalhadores e gestores.

PROGRAMAÇÃO 
03/12
9h – Abertura
Acolhida da direção
Coral Vozes da Vida e Saúde (Em frente ao HGT)
Apresentação de cordel- Ivan Umbelino da Silva – técnico de enfermagem HGT
Horário: 10h às 12h – “Vamos conversar sobre Aids?”
Facilitadores: Roberta Lacerda – coordenadora do Hospital Dia /Serviço de Atendimento Especializado – HGT e Francisco Junior (farmacêutico HGT).
Local: Sala 01- Departamento de infectologia

10/12
Debate: Construindo o ser homem e o ser mulher: experimentando a dor e a delicia de ser o que é.
Facilitador: Profº Doutor João Bosco Filho – Doutor em Educação da UERN
Local: sala 01                            
Horário: 10h às 12h
17/12
Pensando e avaliando a questão da AIDS – Movimentos Sociais e Serviço de Saúde
Facilitadoras: Acácia Cândido, Sheylla Rodrigues e Teresa Freire. (Psicólogas do HGT)
Local: sala 01- Departamento de infectologia                  
Horário: 9h30 às 12h

Sala de espera no ambulatório do Hospital Dia:
Diariamente a partir do dia 04/12 até 29/12/2018
Manhã: das 8h30 às 9h30.
Tarde: das 14h às 15h.

Eleição que definirá o novo presidente da Câmara de São Paulo do Potengi será dia 14 de dezembro

Resultado de imagem para Câmara sppnews
O atual presidente da Câmara de São Paulo do Potengi, Allysson Lindálrio, anunciou quando será a eleição que vai definir o novo presidente da Câmara juntamente com a nova mesa diretora: será dia 14 de dezembro.
Allysson anunciou que o período legislativo que iria até o dia 30 de novembro será prorrogado para apreciar a LOA 2019, que deve ser votado no dia 12, e dois dias depois é a vez da eleição da Câmara.
sppnews

Tardezinha do Vaqueiro em São Paulo do Potengi

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, texto

FEMURN emite nota sobre situação do programa Mais Médicos nos municípios do RN

A imagem pode conter: planta e atividades ao ar livre
Confira abaixo a nota emitida pelo Presidente da FEMURN e prefeito de São Paulo do Potengi, Naldinho, sobre a situação dos atendimentos realizados pelo Programa Mais Médicos nos municípios do RN.
NOTA – Programa “Mais Médicos” e atendimentos nos municípios do RN
A FEMURN – Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte vem a público prestar esclarecimentos sobre a situação dos acontecimentos recentes sobre o Programa “Mais Médicos” e seus efeitos perante os serviços de saúde, na área da Atenção Básica, em nossos Municípios.
Nesta oportunidade, informamos que, com a saída dos médicos cubanos do programa “Mais Médicos”, o Governo Federal convocou médicos brasileiros para o devido suprimento das vagas, o que esperamos que aconteça até o prazo determinado pelo Ministério da Saúde para a apresentação destes novos profissionais (dia 14/12/2018).
Até lá, infelizmente, teremos que conviver com o amargo desconforto das Equipes da Estratégia Saúde da Família incompletas, pois os novos convocados ainda estão se apresentando em seus postos de trabalho.
Não bastasse a desagradável falta destes profissionais, diversos municípios do nosso Estado e de vários estados do País, também estão se deparando com outra realidade inesperada e indesejável: os Médicos que já estavam contratados diretamente pelos municípios, estão migrando para o Programa “Mais Médicos”, dadas as condições diferenciadas que o Ministério da Saúde oferece para os Profissionais atendam ao chamamento e o cumprimento das metas de contratação do Programa.
A situação tem causado inúmeros transtornos e angústia, tanto para a nossa população, que está sem o necessário e merecido atendimento básico de saúde, bem como para os Gestores Municipais, que aguardam, impotentes, o Governo Federal solucionar esses problemas.
Para tanto, a FEMURN, juntamente as demais Federações dos outros estados, o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do RN (COSEMS/RN), o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS) e a Confederação Nacional de Municípios (CNM) estão todos engajados e envidando esforços, junto ao Ministério da Saúde, para que, com a maior brevidade, se resolva essa demanda, e assim o SUS – Sistema Único de Saúde possa retomar a plena prestação de serviço na atenção básica, com total normalidade nos Municípios afetados com essa problemática.
A população, pedimos paciência e compreensão, alertando que a falta dos médicos, neste momento, não é culpa dos Municípios. E ao Governo Federal, através do Ministério da Saúde, solicitamos uma urgente providência.
Os Gestores Municipais do RN torcem para que o quanto antes os atendimentos aos nossos Munícipes sejam retomados, com o respeito e a cidadania de sempre.
Natal (RN), 30/11/2018
José Leonardo Cassimiro de Araújo
Presidente da FEMURN e Prefeito de São Paulo do Potengi

Aniversário de Chagas Pereira

Quem está aniversariando nesta segunda, 03 de dezembro, é o amigo Chagas Pereira, Extensionista da Emater de Caiçara do Rio do Vento/RN.
Parabéns Chagas, que Deus lhe conceda muitas felicidades paz, saúde, sucesso e tudo de melhor.
Feliz aniversário !!!

Norte riograndense é eleito membro do Conselho Regional de Estatística

O Norte riograndense, o Sr. Francisco Jairan Dionízio Pedro, é eleito membro do Conselho Regional de Estatística. 

Foram 133 eleitores, 266 registros de votos, cada eleitor poderia votar em até três opções nos dias 21 e 22 de novembro de 2018. Eleitos Conselheiros efetivos para o período e 2019 a 2021, Sr. Francisco Jairan Dionizio Pedro Pedro, em primeiro lugar com 82 votos . Sra. Elina Silva Santos em segundo lugar com 69 votos, em terceiro lugar a Sra. Sueli das Graças de Oliveira. Eleito Conselheiro suplente Sr. Valdir Oliveira de Souza.

Os conselheiros eleitos tomaram posse na manhã desta quinta-feira, 29 de novembro de 2018,  como conselheiro do CONRE 5 – Conselho Regional de Estatística da 5ª Região.

Vereador Diogo Alves lamenta a saída dos médicos cubanos do Brasil

Na Sessão Ordinária da última quinta-feira, 22, na Câmara Municipal de São Paulo do Potengi, o vereador Diogo Alves (SD) lamentou a saída dos médicos cubanos do Programa Mais Médicos. Diogo disse que o Programa com os médicos cubanos contribuiu muito com a saúde dos potengienses. “Foi uma perda grande para a nossa cidade, nosso país, sobretudo para a nossa região Nordeste que é carente”.
Para contrapor a justificativa de que o Mais Médicos deveria ser só com médicos brasileiros, o parlamentar lembrou que no início do Programa o mesmo foi aberto para profissionais brasileiros e eles não preencheram todas as vagas para atender a demanda, por isso foi necessário a contração dos cubanos, que atendem até em cidades de difícil acesso, onde os brasileiros não queriam atender.
Fonte: SPP News

Bolsonaro anunciou 3 ministros nesta quarta, extinguiu cultura e esporte e turbinou área social

Na reta final da composição de seu governo, o presidente eleito, Jair Bolsonaro, anunciou três novos auxiliares na quarta-feira (28) e criou um ministério turbinado para a área social, batizado de Cidadania, entregue ao hoje deputado Osmar Terra.

Esta foi a primeira escolha de um nome do MDB para o primeiro escalão do governo Bolsonaro. Na nova geometria da Esplanada, Cultura e Esporte deixaram de ser ministérios.

Até o momento, foram confirmados 19 ministros, e Bolsonaro admitiu a possibilidade de ter até 22 pastas. Isso representa um número quase 50% maior do que o anunciado durante a campanha, de 15.

Terra, que já foi ministro de Desenvolvimento Social no governo Michel Temer, assumirá uma estrutura à qual foi somada a gestão de Esporte e Cultura. Ficará sob sua gestão o programa Bolsa Família.

Inicialmente, Bolsonaro estudava unificar à pasta de Cidadania o Ministério dos Direitos Humanos, que pode agora ser mantido independente. Um dos nomes cotados era o do senador Magno Malta (PR-ES), mas foi alvo de críticas de aliados.

A bancada evangélica também tentou fazer indicações à pasta e apresentou na quarta três nomes de deputados: Marco Feliciano (Podemos-SP), Gilberto Nascimento (PSC-SP) e Ronaldo Nogueira (PTB-RS), este último já foi ministro do Trabalho de Temer.

Apesar de a escolha não ter contemplado as indicações dos evangélicos, o líder da bancada, deputado Hidekazu Takayama (PSC-PR), diz concordar com a decisão do eleito. “A frente parlamentar não quer aquela velha política do balcão de negócios. Então, para nós, se é bom para o Bolsonaro é bom para nós também”, disse.

Ele não acredita que Terra tenha sido nomeado por força do MDB.

Ao fim do dia de reuniões no CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil), onde funciona o gabinete de transição, Bolsonaro anunciou a escolha do deputado Marcelo Álvaro Antônio (PSL-MG) para o Turismo. Ele é o segundo nome do PSL, partido do presidente eleito, cujos parlamentares já haviam se queixado de falta de prestígio.

O DEM, sigla do futuro chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, é o que tem maior número de representantes, com três nomeações.

Foram três anúncios quase que simultâneos na quarta, quando foi confirmado também o nome de Gustavo Canuto, atual secretário-executivo da Integração, para o recém-criado Ministério do Desenvolvimento Regional. Ele foi chefe de gabinete do ex-ministro Helder Barbalho (MDB), filho do senador Jader Barbalho e governador eleito do Pará. Apesar da proximidade com o ex-ministro, nega que sua indicação tenha qualquer ligação com Helder.

A pasta de Desenvolvimento Regional já foi cobiçada por partidos como PR, MDB e PRB. É um dos maiores orçamentos da União e responsável pela gestão de projetos de grande relevância do ponto de vista social, como a transposição do rio São Francisco.

Cidades tem, para o ano que vem, um orçamento de R$ 9,4 bilhões e, Integração Nacional, R$ 5,4 bilhões.

Canuto não soube dizer se ficará sob sua administração o Minha Casa, Minha Vida.

Ao longo da campanha, Bolsonaro prometeu transferir a gestão para os municípios, via Caixa Econômica, sob a justificativa de que isso colocaria fim a negociações políticas envolvendo o programa.

Os nomes foram anunciados em meio a uma intensa circulação de parlamentares no CCBB, em número superior ao visto ao longo de todo o primeiro mês de funcionamento do governo de transição.

Os escolhidos negaram que tenham sido escolhas partidárias, e sustentaram que foram indicações de bancadas ou técnicas, caso de Canuto.

Apesar da grande quantidade de nomes apresentados no mesmo dia, Bolsonaro deixou para semana que vem a definição do futuro ministro do Meio Ambiente. Na reta final, o nome do ex-secretário de Meio Ambiente de São Paulo Ricardo Salles (Novo) era o mais forte, mas acabou ficando em suspenso.

Ainda estão pendentes de anúncios os ministérios de Minas e Energia, Trabalho e Meio Ambiente. As pastas de Direitos Humanos e Mulheres ainda não foram definidas se terão status de ministério.

“Isso vai ser decidido [Ministério das Mulheres], houve um apelo por parte da bancada feminina. Grande parte presente aqui. Elas querem, vocês querem, o 22º ministério, das mulheres? A gente aumenta mais um ou não?”, perguntou o eleito a repórteres mulheres.

Ao comentar os anúncios desta quarta, Bolsonaro foi questionado sobre reportagem publicada pela Folha em agosto que citava o nome de Canuto. Na ocasião, o economista Mário Ramos Ribeiro pediu demissão do cargo de secretário-executivo do Ministério da Integração Nacional levantando suspeitas em licitações na pasta.

Segundo ele, Canuto, então chefe de gabinete, e o ministro Pádua Andrade foram “omissos” em relação ao caso.

Ribeiro fez as acusações em carta de demissão revelada pela Folha. “Tanto o ministro quanto o seu chefe de gabinete, Gustavo Canuto, foram omissos. Se a omissão é premeditada ou dolosa, eu não sei. Se existe prevaricação, só uma investigação policial vai dizer”, disse em entrevista à Folha publicada em 7 de agosto.

Uma repórter do UOL, empresa do Grupo Folha, perguntou a Bolsonaro nesta quarta-feira (28) sobre a reportagem. “Da Folha de S. Paulo? Outra pergunta, por favor”, respondeu o presidente eleito.

FOLHAPRESS

SÃO PAULO DO POTENGI RECEBE O CAMINHÃO DO PROJETO “ENERGIA COM CIDADANIA” DA COSERN NA PRÓXIMA 2ª FEIRA (26)

Unidade móvel ficará até o dia 01 no bairro Centro e fará, entre outras atividades, substituição de lâmpadas ineficientes por LED

O caminhão do Projeto Energia com Cidadania da Cosern chegará à cidade de São Paulo do Potengi na próxima segunda-feira (26) e ficará até o dia 01 de dezembro.

A iniciativa, que faz parte do Programa de Eficiência Energética da concessionária, regulado pela ANEEL, vai promover palestras educativas e a substituição de lâmpadas ineficientes por LED, além de distribuir kits com jogos educativos e cartilhas informativas com orientações sobre o uso seguro e eficiente de energia elétrica (confira abaixo os critérios para participar da ação).

No bairro Centro, o caminhão da Cosern ficará estacionado na Rua São José, em frente à Igreja Matriz, e atenderá a população nos seguintes horários:

2ª feira (05): das 15h às 17h;

De 3ª (06) a 6ª feira (09): das 8h às 12h e das 13h às 17h;

Sábado (10): das 8h às 12.

2ª feira (12): das 15h às 17h;

3ª (13): das 8h às 12h e das 13h às 17h;

4ª (14): das 8h às 12h.

Critérios para participar:

ü   Ser cliente residencial ou rural-residencial;

ü   Ser morador de comunidade popular ou estar cadastrado na TSEE (Tarifa Social de Energia Elétrica);

ü   Apresentar a conta de energia do mês anterior paga;

ü   Não ter débitos com a Concessionária;

ü   Não ter trocado lâmpadas em projetos da Concessionária nos último 6 anos (limite máximo de 5 lâmpadas);

ü   Entregar as lâmpadas incandescentes, fluorescentes ou halógenas usadas (potência igual ou superior a 15W).

Documentos Necessários:

ü   Conta de energia do último mês;

ü   Documentos pessoais (RG e CPF).

Serviço:

Projeto “Energia com Cidadania” da Cosern em São Paulo do Potengi

De 26 de novembro à 01 de dezembro

Local: Rua São José, em frente à Igreja Matriz

Fotos: Cosern/Divulgação

Sobre a Cosern

A Companhia Energética do Rio Grande do Norte (COSERN), empresa do Grupo Neoenergia, é sexta maior distribuidora de energia elétrica do Nordeste em número de clientes e a quinta em volume de energia fornecida. Presente nos 167 municípios potiguares, a COSERN tem uma área de concessão de 53 mil quilômetros quadrados.  A empresa atende 1,4 milhão de clientes (3,5 milhões de habitantes).

Em caso de falta de energia, a COSERN orienta:

  • Enviar um SMS para 26560, informando apenas o número da sua conta contrato. Para facilitar, salve-a no bloco de notas do seu smartphone;
  • Baixar o aplicativo da COSERN, utilizar a função “Falta de Energia” para agilizar o atendimento; ou
  • Telefonar para o 116.

DICAS DE SEGURANÇA COSERN

Não faça ligações clandestinas de energia elétrica. Além de crime, o “gato” coloca em riso a vida de quem faz e de quem está próximo. Denuncie a irregularidade de forma anônima no 116 da COSERN.

Prefeito Naldinho (e um grupo de prefeitos do RN) é recebido pela governadora eleita Fátima Bezerra, em Brasília

O atual presidente da Federação dos Municípios de Rio Grande do Norte e prefeito de São Paulo do Potengi, Naldinho, acompanhado de uma comitiva de prefeitos do nosso estado, dentre eles Tiquinho de Rui Barbosa participou de uma reunião nesta quarta-feira (21), em Brasília com a senadora e governadora eleita do RN, Fátima Bezerra.
No encontro dentre outros assuntos, foi conversado a respeito de melhorias para os municípios potiguares.
blog do silverio

Bolsonaro indica professor colombiano para ministro da Educação

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, escolheu o colombiano Ricardo Vélez Rodriguez para o Ministério da Educação. O anúncio foi feito por ele pelas redes sociais.
“Gostaria de comunicar a todos a indicação de Ricardo Velez Rodriguez, Filósofo autor de mais de 30 obras, atualmente Professor Emérito da Escola de Comando e estado Maior do Exército, para o cargo de Ministro da Educação”, disse Bolsonaro.
“Velez é Professor de Filosofia, Mestre em Pensamento Brasileiro pela Pontifícia Universidade Católica RJ, Doutor em Pensamento Luso-Brasileiro pela Universidade Gama Filho, Pós-Doutor pelo Centro de Pesquisas Políticas Raymond Aron, Paris, com ampla experiência docente e gestora”, afirmou o presidente eleito.
Rodriguez foi chamado às pressas de Juiz de Fora (MG) para conversar com Bolsonaro nesta quarta-feira (21) após reação de evangélicos ao vazamento, na quarta (21), de que Mozart Ramos, diretor do Instituto Ayrton Senna, havia aceito convite de Bolsonaro.
Durante o dia, Bolsonaro afirmou que o procurador Guilherme Schelb era um dos cotados para a vaga. Eles chegaram a se reunir na Granja do Torto nesta quinta, criando expectativa de que seria anunciado.
Indicado como ministro da Educação, Rodriguez é formado em filosofia pela Universidade Pontifícia Javeriana e em teologia pelo Seminário Conciliar de Bogotá. Hoje é professor associado da Universidade Federal de Juiz de Fora (MG).
Fonte: Folha de São Paulo

Meteorologista prevê que 2019 será um ano de boas chuvas para a PB e RN

Com quase meio século de experiência em estudos do clima no planeta, o meteorologista Luiz Carlos Molion, aposentado pela Universidade Federalde Alagoas, afirma que, de acordo com o método de previsão por similaridade, 2019 será um ano de inverno favorável na Paraíba, embora oSertão do Estado ainda possa sofrer com uma redução nas precipitações, de 15 a 20% abaixo da média histórica.

“Tenho notado que as frentes frias estão chegando até a região equatorial e, nessas circunstâncias, há tendências de se ter na Paraíba e no Rio Grande do Norte chuvas na média ou até acima do normal. Eu diria que 2019 não deve ser um ano muito crítico, nada parecido com o que já passamos em 2015, 2016 e 2017, que foi o período mais seco dos últimos 20 anos”, afirma Molion.

O meteorologista prevê ainda que 2020 seja o ano de “salvação da lavoura”, pois embora 2018 e 2019 sejam anos chuvosos, a seca que perdurou por mais de seis anos deixou resquícios na maior parte dos reservatórios do Estado.

ALTERNATIVA? Estados e municípios poderão ficar com 20% do leilão do pré-sal

Os Estados e municípios poderão ficar com 20% dos recursos arrecadados com o megaleilão de petróleo do pré-sal, valor que pode ultrapassar R$ 20 bilhões. O acordo para a partilha do dinheiro do leilão deve ser fechado nesta quarta-feira (21/11), entre o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, e o futuro ministro da Economia, Paulo Guedes.

Sem esse acordo, Eunício já avisou a Guardia e Guedes que o projeto de lei para a revisão do contrato de cessão onerosa da União com a Petrobrás não será aprovado na próxima terça-feira (27/11). O leilão só pode ser realizado depois da assinatura da revisão do acordo.

A divisão dos recursos arrecadados com o leilão funcionaria como um socorro emergencial para os Estados que passam por grave crise financeira. Os governadores eleitos já pediram à nova equipe para a divisão dos recursos em reunião na semana passada, que contou com a presença do presidente eleito Jair Bolsonaro.

Na semana passada, o trio já havia discutido sobre essa questão. Agora, eles voltam a se reunir porque há duas propostas sobre a mesa. Uma é para que o repasse se dê em cima de 20% do que for arrecadado com o bônus de assinatura do contrato, um valor total estimado entre R$ 100 bilhões e R$ 130 bilhões.

A outra opção é autorizar que 30% do fundo social sejam repassados para os Estados e municípios ao longo dos anos de exploração e produção. Essa segunda opção é a defendida por Guardia, como mostrou o Estadão no sábado. Guardia defendeu que o socorro seja feito com contrapartida de medidas de ajuste fiscal.

De acordo com o líder do governo no Senado e também relator da proposta, Fernando Bezerra (MDB-PE), o atual governo do presidente Michel Temer já havia costurado um acordo para que fosse incluído no projeto o repasse do fundo social. Mas, em conversa com governadores na semana passada, Paulo Guedes afirmou que o futuro governo concordava com o repasse do porcentual do bônus de assinatura.

Distribuidoras

Na semana passada, o Senado inseriu em um projeto – que obriga empresas distribuidoras de energia elétrica a pagar uma multa aos usuários em caso de interrupção de serviços – um dispositivo para destinar 50% dos recursos vindos da comercialização do petróleo do pré-sal, que iriam integralmente para o Fundo Social para um outro fundo a ser criado que destina recursos para a expansão de gasodutos e para os fundos de participação de Estados e municípios. O texto está na Câmara.

“Não acredito que Estados e municípios vão trocar R$ 20 bilhões por um número muito maior que será recebido ao longo de 10, 12 anos. É evidente que não vai ser bônus e fundo social. Vai ser uma coisa ou outra. E eu acredito que vai prevalecer o que foi construído aqui e acordado”, afirmou.

O senador defende ainda que a discussão sobre o projeto comece nesta quarta e a votação aconteça no dia 27, conforme combinado com outros líderes partidários. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Estadão Conteúdo

Site do Mais Médicos fica fora do ar no primeiro dia de inscrição para o programa

O site para a inscrição de profissionais interessados em fazer parte do programa Mais Médicos ficou fora do ar na manhã desta quarta-feira (21), primeiro dia de abertura de cadastramento para preencher os postos que serão deixados pelos profissionais cubanos.

De acordo com o órgão, desde terça-feira (20) o site recebeu mais de um milhão de acessos. E nesta manhã, ainda segundo o ministério, foram registradas duas mil inscrições “na primeira hora do dia”.

O G1 tentou acessar o endereço http://maismedicos.gov.br/ e a mensagem é que ele estava indisponível. O mesmo aconteceu com o endereço http://maismedicos.saude.gov.br/new/web/app.php/

G1

Câmara aprova projeto que mantém coeficiente de distribuição do FPM

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (21), por 301 votos a 33 e duas abstenções, o Projeto de Lei Complementar (PLP) 549/18, que mantém o uso dos coeficientes de distribuição do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) do exercício de 2018 para a divisão em 2019, até que os dados para o cálculo sejam atualizados a partir do novo censo demográfico, previsto para 2020. A matéria segue para apreciação do Senado.

O repasse do FPM é uma transferência obrigatória da União aos municípios, prevista na Constituição Federal. É a segunda maior transferência constitucional, perdendo apenas para o repasse do ICMS dos estados para os municípios. Pela Carta Magna, devem ser destinados ao FPM um total de 24,5% da arrecadação, pela União, dos impostos sobre renda (IR) e sobre produtos industrializados (IPI).

Do total, 10% do fundo vão para as capitais, levando em consideração o tamanho da população e o inverso da renda per capita estadual. Já 86,4% são distribuídos para os demais municípios (não-capitais), partilhados conforme o coeficiente de participação fixado a partir da quantidade de habitantes de cada município. Já o restante, a reserva de 3,6%, tem por objetivo evitar que o fundo tenha o viés em favor dos municípios com menor população. De acordo com a justificativa do PLP, participam dessa reserva cidades com142.633 habitantes ou mais, porém essas localidades também são beneficiárias da parcela de 86,4%. A distribuição é feita conforme os critérios usados pelo fundo para as capitais.

De acordo com o relator, deputado Arthur Lira (PP-AL), dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que a estimativa populacional para 2019 aponta para quedas no número de habitantes em 2.933 municípios (52,7%) em comparação com o ano anterior. Desse total, 135 tiveram redução no coeficiente para o repasse do FPM. A Bahia é o estado com o maior número de reduções (56).

No entanto, outros 105 municípios receberão mais recursos do fundo, já que o total a ser repartido não muda em razão da flutuação da população entre as cidades. Nesse caso, o estado de São Paulo tem 15 municípios com ganhos. O Rio Grande do Sul tem 14 com previsão de mais recursos, Pará tem 13 e o Rio de Janeiro, 11.

O cálculo considera duas variáveis: as populações de cada município brasileiro e a renda per capita de cada estado. Ambas as variáveis são calculadas e divulgadas pelo IBGE. A estimativa da população dos estados e municípios é divulgada até o dia 31 de outubro de cada exercício.

Agência Brasil