NÃO TEM OUTRO CAMINHO. Ou Moro sai, ou Moro sai

A exoneração de Mauricio Valeixo, com uma canetada do presidente da República depois de uma queda de braço com Moro, para mostrar o poder, foi um golpe duro na autonomia da PF.

Mesmo que Sergio Moro conseguisse indicar o novo diretor-geral, o fato é que a submissão da PF às ordens de Jair Bolsonaro já ocorreu, e qualquer um dos três indicados que venha ser o novo diretor, é mais ligado ao presidente do que ao ministro.

Moro jogou uma carreira exemplar no judiciario fora para ser ministro da justiça com a promessa de liberdade total para trabalhar. A promessa não durou muito e as disputas internas, briga de bastidores e indiretas públicar so aumentaram com o tempo.

Se Moro aceitar o formato posto pelo presidente desde essa quinta e se apegar a giroflex, deixa de ser protagonista e vira um liderado sem moral e respeito.

Moro não tem saída. Se quiser continuar sendo gente no meio político e tendo respeito da sociedade, só tem um caminho.

SAIR.

BG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *