‘Não tem mais clima para trabalhar’, diz Maia ao encerrar sessão na Câmara

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), encerrou mais cedo a sessão plenária desta quarta-feira (17), após a divulgação de notícias, do jornal O Globo, de que o empresário Joesly Batista, dono da JBS, gravou o presidente Michel Temer dando aval para “compra de silêncio” do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Ao deixar a Câmara às pressas, Maia afirmou que não havia mais clima para trabalhar e disse que só se pronunciaria após ver o teor da denúncia.

Deixe uma resposta