Ministério da Justiça pede explicações sobre preços das diárias de hotéis no Brasil

A exorbitância dos preços das diárias de hotéis segue em velocidade de cruzeiro. O Ministério da Justiça notificou e pediu explicações a oito grandes redes hoteleiras que operam em mais de um estado do país.

Accor, Choice, Louvre, Blue Tree, Nacional Inn, Wyndham, IHG e Bourbon, além de associações que representam o setor têm 48 horas para informar o valor médio de suas tarifas e, o mais difícil, comprovar que não são abusivas.

A Secretaria Nacional do Consumidor do MJ vem recebendo montanhas de denúncias de aumentos que violam as regras de proteção ao consumidor, principalmente nas doze cidades-sede da Copa do Mundo.

Do Blog do BG

Deixe uma resposta