Grupo circense de Minas Gerais circula por estados da região Nordeste até novembro

O Grupo Trampulim, um dos principais grupos a trabalhar com a linguagem circense aliada a música e a improvisação em Belo Horizonte chega com o projeto Circulação Nordeste 2015 para apresentações em cidades dos estados do Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco até o mês de novembro deste ano. O Grupo Trampulim criado em 1994 por Rogério Sette e Inimá Santos, na Spasso Escola Popular de Circo, traz na bagagem da Circulação Nordeste deste ano, o espetáculo ACORDA.
O espetáculo desembarca no Rio Grande do Norte nas cidades do Natal no dia 24 deste mês e em Santa Cruz no dia 25, por meio do Prêmio Funarte Carequinha de Estímulo ao Circo e do Edital Circula Minas da Secretaria de Cultura de Minas Gerais – MG.  Em Natal a apresentação acontece no A Boca – Espaço de Teatros, localizado na Rua Frei Miguelinho no bairro da Ribeira, já em Santa Cruz o grupo se apresenta no Teatro Municipal Candinha Bezerra na Travessa Senador Georgino Avelino, ambas as apresentações acontecem às 20h e a entrada é gratuita.
O ACORDA é dirigido por Paula Manata e coordenação dramatúrgica assinada por Assis Benevenuto. O espetáculo nasceu da celebração dos 21 anos do Grupo Trampulim e já está em sua 18ª montagem. O espetáculo desafia os palhaços a encararem os seus pesadelos em uma perspectiva nos quais sonhos e realidades se confundem. A forma como lidam com o tempo, a qualidade das relações e os rumos que escolheram tomar foram os pontos de partida para a construção das cenas. Essa perspectiva também inspirou e norteou a criação do cenário, iluminação, figurino e trilha sonora.
No elenco, Adriana Morales como Benedita Jacarandá, Chaya Vazquez como Conselhos, Poliana Tuchia como Socorro e Tiago Mafra como Sabonete. Apesar de tratar de um tema profundo e por vezes obscuro, o ACORDA não transparece um olhar pessimista sobre a nossa realidade e sim uma incitação por mudanças. É um espetáculo para todas as idades, que se propõe a estimular o riso e o pensamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *