Fátima Bezerra se despede simbolicamente da Câmara dos Deputados

A deputada federal e senadora eleita pelo Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT) fez, nesta quinta-feira (11), no plenário da Câmara,  um discurso de agradecimento e de encerramento do mandato na Câmara dos Deputados.
Em sua fala, Fátima se lembrou de sua trajetória forjada na luta popular, especialmente na luta dos trabalhadores em educação, bem como relembrou as principais conquistas feitas pelo governo Lula e Dilma. “Rememorar é produzir um discurso sobre o passado e se torna difícil reproduzir fielmente cada passo de uma caminhada quando até mesmo o olhar de quem caminha já não é o mesmo. Em síntese, aquela professora, dirigente sindical e militante do PT foi eleita duas vezes deputada estadual, em 1994 e 1998; posteriormente foi eleita três vezes deputada federal, em 2002, 2006 e 2010, sendo a candidata a deputada federal mais votada do estado em 2002 e 2010”, disse.
Fátima lembrou da aprovação de importantes projetos que tramitaram pela Casa, como, por exemplo, a criação do FUNDEB, o Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI), a Lei de Cotas, Lei do Piso Nacional do Magistério, a Lei dos Royalties,  e recentemente o Plano Nacional de Educação, que vinculou 10% do PIB para educação.  “Iniciei o mandato como deputada federal quando se iniciava o governo do primeiro operário eleito presidente do Brasil, o que nos permitiu transformar diversos sonhos em realidade. Tenho muito orgulho de nunca ter envergonhado a população do Rio Grande do Norte e a população brasileira nesta Casa ou fora dela, de sempre ter caminhado sobre o terreno da ética e de ter me doado de corpo e alma à tarefa coletiva de transformar o Brasil, abdicando do convívio cotidiano com familiares e amigos”, declarou.

Senado

Fátima aproveitou parte de seu discurso para agradecer a população do estado que confiou e votou na primeira senadora de origem popular do Rio Grande do Norte. “O PT potiguar ousou enfrentar aquela que talvez tenha sido a maior tentativa de recomposição das oligarquias locais e eleger a primeira senadora de origem popular da história do Rio Grande do Norte, com o apoio decisivo de milhares de jovens e trabalhadores que hoje podem sonhar e transformar seus sonhos em realidade”, afirmou.
“Quero agradecer ao povo do Rio Grande do Norte, que mais uma vez se fez protagonista de um novo tempo, que generosamente me confiou mais um mandato, desta vez no Senado Federal. Agradecer a cada jovem que pela primeira vez ergueu a bandeira do PT e foi às ruas defender um outro mundo possível. Minha gratidão é indescritível, assim como é indescritível minha vontade de fazer valer a luta, de fazer valer o sonho”, completou emocionada Fátima Bezerra.
Fátima disse ainda que nos próximos anos o Congresso terá que aprovar importantes projetos para o desenvolvimento do país, como, por exemplo, a reforma política, com  uma Constituinte Exclusiva e Soberana; a reforma agrária e urbana; e a Lei da Mídia Democrática.  “Os desafios são imensos e exigem do parlamento muito mais protagonismo, compromisso e responsabilidade social. Ao lado dos movimentos sociais, da bancada do PT e dos partidos aliados,  quero ajudar a presidenta Dilma fazer um mandato melhor do que o primeiro. Serei também uma voz firme na defesa do meu Rio Grande do Norte”, finalizou.

Deixe uma resposta