Do presidente da FEMURN, prefeito Naldinho: “Sem o auxílio do Governo Federal municípios poderão atrasar salários no 2º semestre”

 O presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte e prefeito de São Paulo do Potengi, Naldinho, concedeu entrevista na manhã desta quarta-feira (8), ao Bom Dia RN da INTER TV (afiliada da Rede Globo). Na oportunidade o gestor municipal afirmou, que devido a pandemia do coronavírus e por consequência a constante queda nos recursos do FPM, sem uma reprogramação de recomposição por parte do Governo Federal  no Fundo de Participação dos Municípios,  grande parte dos municípios brasileiros, principalmente os menores (a maioria), correm o sério risco  de atrasar salários do funcionalismo.
 
Naldinho reconhece que a contribuição financeira de recomposição das perdas, da parte do Governo Federal ajudou bastante as entidades municipais no primeiro semestre. Porém entende que se essa ajuda não ocorrer no 2º semestre, os municípios além de atrasar salários, possivelmente  terão que realizar demissões, exonerações e suspensão de contratos, o que não é bom pra ninguém.”
 
Silvério Alves

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *