Decisão do PSB será em março do próximo ano


A ex-governadora Wilma de Faria, presidente estadual do PSB, disse ontem que a legenda que comanda somente tomará decisão sobre candidaturas próprias, inclusive em Natal, em meados de março do próximo ano. Ela admite que o quadro do grupo hoje na oposição à governadora Rosalba Ciarlini está indefinido. E acrescentou que as conversas com aliados, entre eles o ex-prefeito Carlos Eduardo Alves (pré-candidato do PDT) e o deputado estadual Fernando Mineiro (pré-candidato do PT) já foram iniciadas, porém sem qualquer definição. “Eles reafirmam que são candidatos”, ponderou Wilma de Faria.
O grupo que se opõe ao Governo Rosalba Ciarlini vive o dilema de encontrar uma solução única para encabeçar o grupo ou de apresentar várias candidaturas para a disputa eleitoral do primeiro turno em Natal.

A ex-governadora defendeu também que os partidos que fazem a base da presidenta da República Dilma Rousseff dialoguem com vistas à eleição municipal. Ela destacou que um impasse no âmbito do PSB é a necessidade de, enquanto presidente estadual da sigla, percorrer os municípios do Rio Grande do Norte, o que pode vir a pesar na hora de escolher o candidato em Natal.

“Eu tenho que olhar para todo o Estado e isso é um drama que estamos vivendo porque por um lado temos uma candidatura que está crescendo do apelo popular e, de outro, eu preciso ao mesmo tempo ajudar os companheiros no interior”, destacou a ex-governadora. Wilma de Faria disse que o PSB tem aproximadamente 70 filiados com viabilidade eleitoral em todo o Estado. Ela assinalou ainda que voltou a conversar com o vice-governador Robinson Faria, do PSD. “Já conversei com Robinson e com Fábio e queremos convergir”, disse ela.

Wilma de Faria foi reconduzida a uma das vagas da Executiva nacional do PSB este final de semana, durante nacional Congresso do partido, realizado em Brasília. Na ocasião, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, foi reeleito presidente nacional da sigla.
Fonte: tribuna do Norte

Deixe uma resposta