Lagoa da Quixaba e Pedra Banca atendidas com programa da prefeitura de combate ao Aedes Aegypti

A Prefeitura Municipal de São Paulo do Potengi, através da Secretaria Municipal de Saúde, cuja secretária é Dailva Bezerra, está dando continuidade ao Programa de Combate ao Aedes Aegypti. Na última semana, moradores de mais duas comunidades foram beneficiados com o Programa que entrega produtos da linha de inseticida da SBP.

Secretaria de saúde de São Paulo do Potengi realiza Capacitação “Shantala”

A Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo do Potengi, através do Núcleo de Apoio à Saúde da Família, realizou uma Capacitação com o tema Shantala, ofertado para as Enfermeiras da ESF, ministrado pela Fisioterapeuta Rayssa Chagas, com o objetivo de implantar a prática da técnica com os usuários entre 1 mês de vida e 3 anos de idade.

 

Atual Direção elevou em 151,5% o faturamento com produção no Hospital Regional de São Paulo do Potengi

Desde que assumiu a Direção do Hospital Regional de São Paulo do Potengi em março de 2016, a Diretora Aliete Nascimento conseguiu fazer com que o Hospital aumentasse consideravelmente, e progressivamente, o faturamento com produção naquela unidade.
O Hospital teve um aumento no faturamento com produção de 151,5% em 2016 no comparativo com 2015. A unidade aumentou a produção com Boletim de Atendimento (urgência, laboratório, raio-x…) e Internamento Hospitalar (internações, cirurgias…). O faturamento com produção em 2015 foi R$ 669.646,24, e em 2016 foi R$ 1.014.717,97.
Nesse primeiro semestre de 2017 os números são ainda melhores. De janeiro a maio o Hospital faturou com produção R$ 481.436,71, que representa um crescimento de 271,5% em relação ao mesmo período de 2015 (R$ 177.275,76) e 126,5% em relação a 2016 (R$ 380.419,04).
sppnews

Projeto de Saúde de São Paulo do Potengi é selecionado nacionalmente e está sendo apresentado em Brasília

O Projeto “PIC – Caminhos do Cuidado com Acupuntura Auricular”, de São Paulo do Potengi, que ficou entre os 10 melhores Projetos do Norte/Nordeste em Congresso realizado em Porto Seguro em maio/2017, desta vez foi selecionado nacionalmente. A Secretária Municipal de Saúde, Dailva Bezerra, e a nutricionista Iulle Cavalcante (responsável pelo Projeto) estão em Brasília apresentando o Projeto no 33º Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde.

Rio Grande do Norte promove I Conferência Estadual de Saúde das Mulheres

Está acontecendo no Hotel Praia Mar em Natal, dos dias 10 a 12 de julho, a I Conferência Estadual de Saúde das Mulheres do Rio Grande do Norte.

A conferência tem como tema: “Saúde da Mulher: desafios para Integralidade com Equidade”. A conferência será presidida pelo Conselho Estadual de Saúde (CES) e contará também com a participação da Secretaria Extraordinária de Políticas Públicas para as Mulheres (SPM).

Toda a programação será focada nos seguintes eixos: I – O papel do Estado no desenvolvimento socioeconômico e ambiental e seus reflexos na vida e na saúde das mulheres; II – O mundo do trabalho e suas consequências na vida e na saúde das mulheres; III – Vulnerabilidades e equidade na vida e na saúde das mulheres e IV – Políticas públicas para as mulheres e a participação social.

Antes do evento estadual, foram realizadas conferências municipais e regionais coordenadas pelo conselho estadual em parceria com conselhos municipais e Unidades Regionais de Saúde (URSAPs) de cada região.

O objetivo da conferência estadual é propor diretrizes para a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde das Mulheres e efetivar o controle social no Sistema Único de Saúde (SUS) visando à saúde das mulheres.

O evento é um importante espaço onde o Controle Social, composto por gestores/prestadores de serviços, usuários e trabalhadores em saúde, poderão dialogar sobre a política de atenção a saúde da mulher, em conjunto com a sociedade civil organizada e movimentos sociais.

A Secretária de Saúde de São Paulo do Potengi, Dailva Bezerra da Silva que é vice-presidente do Cosems, representou à presidente do Cosems no evento.

Em sua fala Dailva agradeceu o convite e elogiou o esforço de todos os municípios na realização das conferências regionais. Ainda enfatizou a importância do momento para o processo de discussão e valorização das políticas de saúde das mulheres.

Governo do Estado firma acordo para desativar sete hospitais no RN

Hospital Regional de São Paulo do Potengi

Unidades de saúde que serão desativadas estão situadas nas cidades de Canguaretama, Caraúbas, João Câmara, Acari, São Paulo do Potengi, Angicos e Apodi

O Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado entre Ministério Público do Trabalho (MPT), Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) e Governo do Estado propõe uma avaliação da rede de saúde estadual e implementação de mudanças para que sejam minimizados diversos problemas encontrados nos mais variados procedimentos de investigação em trâmite. A medida segue as orientações do Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN) que, após auditoria operacional sobre a rede hospitalar da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), sugeriu a revisão quantitativa e qualitativa da rede de hospitais estaduais, deixando claro em seu relatório final que há a necessidade de transformação de hospitais regionais em unidades de atenção primária.

Dessa forma, o Governo do Estado tem 60 dias para elaborar um plano de revisão do quantitativo de hospitais da rede, indicando a conversão daqueles que não apresentam condições estruturais de atendimento pleno para Unidades de Pronto-atendimento, Unidade Básica de Saúde (UBS), Sala de Estabilização ou outro formato adequado. A avaliação deve se iniciar por sete unidades hospitalares que atualmente não apresentam as condições adequadas. São elas: Hospital Regional Prof. Dr. Getúlio de Oliveira Sales (Canguaretama); Hospital Regional Dr. Aguinaldo Pereira (Caraúbas), Hospital Regional (João Câmara), Hospital Regional Dr. Odilon Guedes (Acari), Hospital Regional (São Paulo do Potengi), Hospital Regional (Angicos) e Hospital Regional (Apodi). Com a transformação das unidades de saúde, a Sesap tem até 120 dias para fazer o remanejamento de pessoal, equipamentos, insumos e recursos orçamentários dos hospitais desativados de forma a assegurar a composição integral de equipes dos hospitais que permanecerão como referências da rede.

As mudanças propostas não significam uma medida de desassistência para a população, uma vez que os hospitais a serem transformados em unidade de saúde já não ofereciam condições de atendimento. Com areestruturação pretende-se otimizar o atendimento e garantir que a rede como um todo efetivamente funcione. Os representantes do MPRN e MPT destacam no documento que “o Estado demonstrou descumprir, em todos os seus hospitais regionais e unidades de saúde, as normas laborais referentes à proteção da saúde, segurança e higiene dos profissionais que neles laboram, inclusive as determinações contidas na Norma Regulamentadora nº 32 do Ministério do Trabalho e Emprego”.

Entre os problemas comprovados estão a inexistência de normas sobre as rotinas de trabalho; a falta de equipamentos indispensáveis ao funcionamento dos setores de atendimento como cirurgias e urgência; a ausência de profissionais suficientes, especialmente para implementação das medidas de higiene e segurança no ambiente laboral dos profissionais estatutários e celetistas da saúde; falta de gestão adequada da radiologia em nível estadual; e atrasos sistemáticos no pagamento de fornecedores e a empresas de mão de obra, o que impacta na qualidade e continuidade da prestação de serviços.

Além da reestruturação da rede, transformando hospitais em unidades de saúde, o Estado se comprometeu a elaborar e implementar o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional, o Programa de Prevenção de Riscos Ambientais e o Plano de Prevenção de Riscos de Acidentes com Materiais Perfuro Cortantes – todos esses programas com objetivo de garantir a saúde dos trabalhadores. Com esse objetivo, o TAC também propõe, entre outras medidas, a disponibilização de equipamentos de proteção coletiva (EPCs) e equipamentos de proteção individual (EPIs), capacitação dos trabalhadores sobre os riscos inerentes ao trabalho, proteção das trabalhadoras gestantes, fixar sistemática de recolhimento de resíduos de lixo comum e infectante e definição de cronograma de manutenção preventiva do sistema de abastecimento de gases e das capelas.

Clique aqui e confira a íntegra do Termo de Ajustamento de Conduta.

Curso de especialização técnica para os profissionais de Enfermagem em São Paulo do Potengi

Iniciou na última sexta-feira, 07 de Julho, um curso de Especialização técnica de nível médio para os profissionais de Enfermagem em Urgência e Emergência. O curso é promovido pelo CEFOPE (Centro de Formação de Pessoas na área da Saúde – Escola do SUS no RN) em parceria com as URSAPs (Unidade Regionais de Saúde Pública).

Através da Prefeitura Municipal, São Paulo do Potengi foi escolhido para ser Pólo da Região Potengi, recebendo na Aula inaugural 31 alunos matriculados regularmente. As aulas acontecerão no IFRN Campus São Paulo do Potengi, fortalecendo ainda mais a parceria entre a Prefeitura Municipal e o Campus.

O curso é ofertado para Técnicos em Enfermagem que atuam na Atenção Básica e nos serviços de urgência e emergência dos municípios da Região Potengi. O Hospital Regional também contará com uma boa representação dos seus profissionais. O objetivo do curso é capacitar e aperfeiçoar os atendimentos oferecidos por esses profissionais a população, tendo o foco na Humanização e Qualidade do atendimento. As aulas durarão 18 meses.

Prefeito Naldinho assina contratos para a retomada das obras das UBS

Nas suas redes sociais o Prefeito Naldinho deu uma boa notícia no início da noite desta sexta-feira, 07. Pela manhã ele é a Secretária Municipal de Saúde, Dailva Bezerra, assinaram os contratos para a retomada das obras das duas Unidades Básicas de Saúde (UBS) de São Paulo do Potengi: Bairro Novo Juremal e Campo Grande.

Veja o que o Prefeito postou nas suas redes sociais:

Ótima notícia: Dailva e eu assinamos hoje os contratos para a retomada das obras das duas Unidades Básicas de Saúde (UBS) de São Paulo do Potengi: Juremal e Campo Grande!… uma conquista após muito esforço!…
sppnews

São Paulo do Potengi agora conta com atendimento pediátrico de qualidade

Dr. Alcides Campos, especialista em pediatria pela Universidade Federal de Campina Grande.
Serviços:
– puericultura
– acompanhamento do crescimento e desenvolvimento de 0 a 14 anos de idade;
– doenças da infância e adolescência e muito mais!

Atendimentos no CENTRO DA VISÃO.
Rua Potengi, 91. Centro. SPP/RN

Agendamentos no local ou pelo telefone:
(84) 3251-2492

Toda criança merece ter um pediatra para chamar de seu.

Secretaria de saúde de São Paulo do Potengi da continuidade ao projeto de combate ao mosquito Aedes Aegypti

A Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo do Potengi, através da Vigilância à Saúde, dá continuidade ao projeto de combate ao mosquito Aedes Aegypti (transmissor da dengue Chikungunya e zika), em parceria com a empresa Reckitt Benckiser. Depois de realizar o projeto na zona urbana, agora é a vez da zona rural receber os produtos. São inseticidas, repelentes e materiais para o combate efetivo do mosquito.

A entrega foi realizada na última terça-feira, dia 20 de junho, na comunidade do Cabaço. Foram atendidas 117 famílias. Estiveram presentes o prefeito Naldinho e as secretárias municipais Dailva (Saúde), Vênus (Assistência Social), além da equipe de Vigilância Ambiental.