Brasil supera Reino Unido e agora é sexta economia do mundo

O Brasil
agora tem a sexta maior economia do mundo, ultrapassando o Reino Unido.
A conquista da economia brasileira foi publicada pelos principais
jornais britânicos nesta segunda-feira. O Daily Mail traz a informação
ressaltando que Grã-Bretanha está, pela primeira vez, atrás de uma nação
sul-americana.

O jornal The Guardian atribui a perda de posição à
crise bancária de 2008 e à crise econômica que persiste em contraste
com o crescimento vivido no Brasil, principalmente por causa das
exportações para a China. Os periódicos britânicos se basearam na
pesquisa do Centre for Economic and Business Research’s.

Em 2010,
o Brasil ficou como sétima maior economia do mundo depois de
ultrapassar a Itália. Este ano a estimativa do Ministério da Fazenda é
de que o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro cresça algo em torno de
3% e 3,5%. A crise econômica mundial reduz em 0,5% a 1% o crescimento do
país neste ano. Mesmo assim, o Brasil está em destaque no cenário
mundial.

Confira a liga de economias mundiais:

1 – Estados Unidos
2 – China
3 – Japão
4 – Alemanha
5 – França
6 – Brasil
7 – Reino Unido
8 – Itália
9 – Rússia
10 – Índia

Brasil não é só país do futebol
A
matéria do Daily Mail traz a imagem do Cristo Redentor, no Rio de
Janeiro onde há uma justificativa para o crescimento da economia
brasileira. Segundo o jornal, o maior país da América Latina subiu de
posição por causa das vastas reservas e recursos naturais, além de uma
classe média com dinheiro nas mãos. Abaixo dessa imagem está a foto da
Tower Brigde, um cartão-postal de Londres. A legenda diz que Reino Unido
definha com a crise europeia e está ficando para trás.

O Daily
comenta ainda que o o Brasil é geralmente associado com o futebol e
favelas, mas a nação está se tornando rapidamente um dos “motores da
economia global”.

Década perdida na Europa

O
The Guardian traz a análise do executivo da instituição responsável
pela pesquisa, Douglas McWiliams. Segundo ele, a economia brasileira é
um novo fenômeno. De acordo com McWiliams, a nova lista de classificação
mostra que o mapa econômico mundial está mudando. Os países asiáticos e
as economias de commodities vão crescer deixando a Europa para trás.

De
acordo com a matéria do Guardian, o velho continente deve sofrer uma
“década perdida” por causa dos problemas com títulos de crédito nos
últimos anos. A dívida acumulada ao longo dos anos pode restringir o
crescimento dos países e culminar em resultados como esse, o Brasil na
frente do Reino Unido.

Fonte: Estado de Minas / Diário de Natal
Um Comnetário

Deixe uma resposta