Bancários entram em greve por tempo indeterminado

Em decisão unânime tomada na noite de ontem (18), no auditório do Colégio Imaculada Conceição, os bancários do RN decidiram iniciar a greve por tempo indeterminado a partir desta quinta-feira (19). A greve foi aprovada em vários estados do Brasil e foi utilizada como último recurso após vários dias de negociação com a (Federação Nacional dos Bancos) Fenaban e as direções dos Bancos Públicos.
 De acordo com o Sindicato dos Bancários do RN, a proposta apresentada pelos banqueiros até agora é de apenas 6,1%, mesmo os bancos tendo batidos vários recordes de lucratividade nos últimos anos. O índice é muito abaixo do que a Contraf CUT (líder do comando nacional de negociação) está pedindo, que é de 11,93% e muito abaixo dos 22%, defendidos pela Frente Nacional de Oposição Bancária (FNOB) grupo ao qual a base do RN faz parte, que pleiteia 22% de reajuste, para cobrir as perdas das últimas duas décadas.
A categoria pede reajuste salarial de 11,93%, que corresponde à inflação dos últimos 12 meses mais ganho real de 5%, além de melhoria na Participação nos Lucros e Resultados (PLR) e elevação do piso salarial — dos atuais R$ 1.519,00 para R$ 2.860,21.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *