Universidades vão escolher como distribuir bolsas de doutorado

Bolsas de doutorado sanduíche no exterior (quando o estudante faz parte do curso em uma instituição fora do país) deixarão de ser oferecidas por curso e passarão a ser ofertadas pela instituição de ensino superior. De acordo com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), a medida deverá ser implementada em 2020, inicialmente, em 25 universidades (veja lista abaixo). A quantidade total de bolsas por universidade será mantida.

A mudança faz parte do Programa Institucional de Internacionalização (PrInt) e valerá para as instituições de ensino que fizerem adesão. Com a alteração, serão destinadas às universidades. Cada instituição deverá esclarecer a sua política para distribuição entre as áreas, bem como a seleção de candidatos. Com as bolsas de doutorado sanduíche, os estudantes recebem recursos para custear um período da pesquisa no exterior.

“As utilizações das cotas de doutorado sanduíche devem refletir uma política institucional clara de internacionalização, para ser um instrumento de construção de colaboração estratégica internacional, buscando a melhoria da qualidade de pesquisa e pós-graduação no Brasil”, diz a Capes.

Os processos de seleção e homologação serão feitos dentro da instituição, que deve seguir as regras descritas no edital do programa. A Capes vai avaliar a utilização das bolsas por meio um relatório institucional feito de dois em dois anos.

Internacionalização

O PrInt começará a ser implementado em novembro deste ano. Pelo programa, a Capes vai transferir, a partir de 2019, R$ 300 milhões por ano para as universidades realizarem ações de internacionalização da pós-graduação, como ofertar bolsas no exterior para brasileiros e bolsas para estrangeiros no Brasil e oferecer auxílio para missões de trabalho de pesquisadores brasileiros em outros países.

A intenção, segundo a Capes, é que as universidades brasileiras tenham um projeto claro de internacionalização e que isso leve as instituições a terem mais visibilidade no exterior, que as pesquisas sejam mais citadas e tenham mais reconhecimento.

Os recursos transferidos pela Capes poderão ser usados, dependendo do plano de cada instituição de ensino, para auxílio para missões de trabalho no exterior; manutenção de projetos; bolsas no exterior de doutorado sanduíche, professor visitante júnior e sênior e capacitação em cursos de curta duração; além de bolsas no Brasil, como Jovem Talento, professor visitante e pós-doutorado.

Instituições selecionadas

Hoje (20), a Capes anunciou o resultado preliminar da análise de mérito do PrInt. Cada instituição interessada apresentou o seu plano de internacionalização da pós-graduação, que foi submetido à análise de especialistas nacionais e internacionais.

As instituições que não foram selecionadas terão dez dias, a partir da notificação, para interpor pedido de reconsideração junto à Capes.

A autarquia vai oferecer consultoria para as instituições que não forem aprovadas nessa primeira edição do programa. Elas poderão participar do próximo edital do PrInt, que deverá ser lançado no início do 2019, com implementação no final de 2020.

Recursos

Neste mês, o Conselho Superior da Capes enviou ao Ministério da Educação uma nota alertando que se for mantido o orçamento previsto para o órgão em 2019, haverá suspensão das bolsas de pós-graduação e de programas de formação de professores.

Em reação ao alerta, o presidente Michel Temer e o ministro da Educação, Rossieli Soares, disseram que não haverá falta de recursos para as bolsas. Com a garantia, a Capes acredita na manutenção do programa de internacionalização.

Instituições pré-selecionadas

Fundação Getulio Vargas (FGV)
Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)
Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe)
Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA)
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC/Rio)
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC/RS)
Universidade Federal do Ceará (UFC)
Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes)
Universidade Federal de Lavras (UFLA)
Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)
Universidade Federal de Pelotas (Ufpel)
Universidade Federal do Paraná (UFPR)
Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFM)
Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)
Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Universidade Federal de Uberlândia (UFU)
Universidade Federal de Viçosa (UFV)
Universidade de Brasília (UnB)
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp)
Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos)
Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM)
Universidade de São Paulo (USP)

Alunos de jornalismo da UFRN produzem e lançam livro com história recente da imprensa potiguar

imagem21-08-2018-10-08-59
imagem21-08-2018-10-08-59

Alunos de jornalismo da UFRN na quarta-feira (29) o livro “Depoimentos Para Uma História da Imprensa Potiguar”, livro/e-book que reúne uma série de entrevistas realizadas para a Disciplina História e Legislação do Jornalismo.

No projeto idealizado e coordenado pela professora doutora do Departamento de Comunicação Social da UFRN
Socorro Veloso, juntamente com o designer gráfico John William Lopes, os alunos tiveram a oportunidade de entrevistar sob a orientação dela grandes nomes da história do jornalismo potiguar como:
Cassiano Arruda Câmara, Albimar Furtado, Osair Vasconcelos, Ana Maria Cocentino, Emanoel Barreto, Carlos Peixoto,Valdir Julião, Carlos Pandolphi, José Zilmar, Gerson de Castro, Tácito Costa e Maria das Graças Pinto.

O e-book será lançado em parceria com o selo Máquina, da Editora Tribo e faz parte da série Jornalismo Potiguar, sendo o segundo volume da coleção. O livro tem como propósito resgatar e preservar a memória e a
história da imprensa potiguar a partir dos depoimentos de jornalistas que não só fizeram parte dela como contribuíram com o seu trabalho para a sua construção.

O livro traz nas entrevistas a história pessoal e profissional de cada entrevistado , os momentos mais marcantes das suas carreiras, curiosidades e bastidores das notícias que levaram diariamente aos leitores informações sobre importantes acontecimentos das últimas décadas no Rio Grande do Norte. Também trata do fazer
jornalístico, seus desafios, prazeres e dificuldades em suas trajetórias.

O evento de lançamento acontece no dia 29 de agosto, às 19h00, no auditório do prédio do Departamento de Comunicação Social. O evento é aberto para toda a população.

Em homenagem a Luís Benes, Erick Pereira lança livro sem autografar

O advogado Erick Pereira lançou ontem à noite, na UFRN, o livro “Manual Esquemático das Eleições 2018”.

Em respeito a Luís Benes, falecido esta semana vítima de um sequestro-relâmpago, não autografou os livros. O jovem era amigo dos seus filhos.

Na ocasião, houve a palestra do juiz eleitoral Gustavo Smith e foram vendidos 182 livros e com isso arrecadado 122 pacotes de fraldões geriátricos e R$ 1.050 em dinheiro para o Juvino Barreto.

O evento foi bastante prestigiado com políticos, magistrados, advogados e muitos estudantes.

Erick Pereira disse na abertura do evento: “A maior das dores pode ser apenas intuída, pois os pais sempre sonham muito mais o futuro dos seus descendentes do que os seus próprios filhos.”

Três milhões buscam emprego há mais de 2 anos no país, diz IBGE

Dados divulgados nesta quinta-feira (17) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que 3,1 milhões de brasileiros procuram emprego há mais de 2 anos. Trata-se do maior número da série histórica da pesquisa, iniciada em 2012. Este número corresponde a cerca de 24% do total de desempregados no país, que ficou em 13 milhões no 2º trimestre.

Essa população que procura emprego há mais de 2 anos é equivalente a toda a população do Uruguai ou a toda a população de Brasília.

Proporcionalmente, Amapá é o estado que tem a maior população de desempregados procurando emprego há mais de 2 anos. Lá, 49,3% dos desempregados estão nesta condição. Em SP, são 830 mil desempregados nesta condição, o que corresponde a 24,2% deste contingente

Do total de desempregados no país, a maior parte – 6 milhões – estão procurando trabalho há mais de 1 mês e a menos de 1 ano, 1,8 milhão entre 1 e 2 anos, e 1,9 milhão há menos de 1 mês.

A taxa de desemprego recuou para 12,4% no 2º trimestre, ante 13,1% no 1º trimestre, segundo já havia sido divulgado anteriormente pelo IBGE. A queda da taxa de desemprego, entretanto, tem sido puxada pela geração de postos informais e pelo grande número de brasileiros fora do mercado de trabalho. Já o número de trabalhadores com carteira é o menor já registrado pelo IBGE.

Desalento também é recorde e atinge 4,8 milhões
Apesar da queda no número de desempregados no 2º trimestre, a pesquisa do IBGE mostra que aumentou o número dos que trabalham menos do que gostariam, que saíram da força de trabalho por algum motivo pessoal ou familiar, ou que simplesmente desistiram de procurar alguma ocupação.

O número de desalentados bateu novo recorde e atingiu 4,8 milhões no 2º trimestre, 203 mil pessoas a mais em relação ao 1º trimestre. Já o número de subocupados subiu para 6,5 milhões contra 6,2 milhões nos 3 primeiros meses do ano.

Ao todo, segundo o IBGE, são 27,6 milhões de brasileiros subutilizados, o que representa 24,6% da força de trabalho. O grupo reúne os desempregados, aqueles que estão subocupados (menos de 40 horas semanais trabalhadas), os desalentados (que desistiram de procurar emprego) e os que poderiam estar ocupados, mas não trabalham por motivos diversos.

Falta trabalho para 27,6 milhões de brasileiros, aponta IBGE

O coordenador da pesquisa, Cimar Azeredo, destacou que o número recorde de desalentados revela que o contingente de desempregados pode ser muito maior. Isso porque desalentado é aquele trabalhador que desistiu de procurar emprego e que isso não significa que ele recusaria uma vaga se lhe fosse oferecida. Já o desempregado é aquele que está em busca de colocação no mercado.

“Muitas dessas pessoas desalentadas sequer têm dinheiro para pagar passagem e procurar emprego”, afirma.

Perfil do desemprego

Segundo o IBGE, 67% dos desempregados no país têm entre 18 e 39 anos. Outros 23% têm entre 40 e 59 anos.

“O que mais preocupa é essa parcela da população adulta, que é a que deveria efetivamente estar ocupada, já que a princípio seria a que já concluiu os estudos, se constitui como arrimo de família e que tende a ter mais dificuldade de se recolocar no mercado”, avaliou Azeredo.

G1

MP diz que Batata recebia propina do contrato de iluminação pública e tentou comprar apoios na Câmara Municipal de Caicó através de Lobão com dinheiro e cargos

Uma operação do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) prendeu nesta terça-feira (14) o prefeito de Caicó, um vereador da cidade e ainda um lobista suspeitos de corrupção ativa e passiva, associação criminosa, tráfico de influência, lavagem de dinheiro e dispensa indevida de licitação. A operação Tubérculo cumpriu três mandados de prisão, e outros seis mandados de busca e apreensão na cidade seridoense e em Natal. Além de presos preventivamente, o prefeito Robson de Araújo e o vereador Raimundo Inácio Filho foram afastados dos cargos. O lobista Edvaldo Pessoa de Farias teve prisão temporária decretada.

A operação Tubérculo é desdobramento das operações Cidade Luz, deflagrada em julho de 2017 e que desvendou um esquema criminoso instalado na Secretaria Municipal de Serviços Urbanos de Natal através da constituição de cartel entre empresas pernambucanas que prestavam serviços de iluminação pública na cidade; e Blackout, realizada em agosto do mesmo ano e que apurou superfaturamento e pagamento de propina para manutenção do contrato de iluminação pública em Caicó.

Ao todo, 12 promotores de Justiça, 22 servidores do MPRN e 28 policiais militares participaram da operação Tubérculo. Os gabinetes do prefeito e do vereador foram alvos dos mandados de busca e apreensão.

“Lâmpadas”
Pelo que foi apurado pelo MPRN, o envolvimento de Robson de Araújo, conhecido por Batata, com o esquema fraudulento começou antes mesmo de ser empossado prefeito de Caicó, ainda em novembro de 2016. A investigação sobre a participação do prefeito foi iniciada após os empresários Allan Emannuel Ferreira da Rocha e Felipe Gonçalves de Castro, presos na operação Cidade Luz, firmarem termo de colaboração premiada com o MPRN.

Allan Emannuel e Felipe Gonçalves admitiram e apresentaram provas que negociaram com Robson Batata a continuidade da prestação dos serviços de manutenção da iluminação pública mediante pagamento de propina. Eles batizaram de “lâmpada” cada pagamento de R$ 1 mil que era efetuado. Os empresários apresentaram provas que mostram que foi estabelecido até mesmo um cronograma para o repasse da propina. Os empresários, a mando de Robson Batata, também negociaram com o lobista Edvaldo Pessoa de Farias. Pelo “serviço”, Edvaldo recebia uma “mesada” de R$ 3 mil dos empresários. Para o MPRN, há indícios de que o prefeito Robson Batata recebeu aproximadamente 70 “lâmpadas” pela manutenção de contratos para execução de serviços de iluminação pública com as empresas Real Energy Ltda e Enertec Construções e Serviços Ltda.

Corrupção na Câmara
A operação Tubérculo também investiga o cometimento de crimes de corrupção ativa e passiva por parte do prefeito Robson Batata e do vereador Raimundo Inácio Filho, o Lobão, na Câmara Municipal de Caicó. Após a deflagração da operação Blackout pelo MPRN, a Câmara instaurou uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) para apurar a responsabilidade de todas as gestões públicas municipais desde a criação da Contribuição para Custeio dos Serviços de Iluminação Pública (Cosip). Em depoimento, alguns vereadores caicoenses afirmaram ao MPRN que Robson Batata ofereceu o pagamento de R$ 3 mil mensais e ainda cinco cargos na gestão municipal para que votassem a favor dele na CEI.

Em fevereiro deste ano, a Câmara Municipal recebeu uma denúncia popular que pede a cassação de Robson Batata da Prefeitura. Agindo a mando de Robson Batata, o vereador Lobão Filho procurou colegas na Câmara e ofereceu R$ 30 mil e cargos na gestão para que votassem contra a cassação do prefeito. Alguns vereadores, em depoimento ao MPRN, confirmam que foram contatados por Lobão Filho e que ele propôs as vantagens indevidas em troca do voto. Um dos vereadores procurados chegou a gravar conversa em que Lobão lhe faz a proposta de compra de voto por R$ 30 mil e cargos na Prefeitura. O processo de cassação de Robson Batata na Câmara está suspenso por decisão liminar, mas já se encontra instaurado a partir dos votos de 10 dos 15 membros da Casa Legislativa.

Prisões
Na decisão pelas prisões preventivas de Robson Batata e Lobão Filho, o desembargador Gilson Barbosa frisa que elas são necessárias por causa do “risco considerável de reiteração de ações delituosas por parte dos investigados”. Ele entendeu ainda que “caso permaneçam em liberdade, Robson de Araújo e Raimundo Inácio Filho, por se encontrarem nos cargos eletivos, tendo acesso às repartições públicas e em contato com outras pessoas envolvidas, continuarão a delinquir, no intuito de permanecer com os favorecimentos pessoais e na tentativa de obstar a cassação do prefeito”. Por fim, o desembargador destacou que é “importante não olvidar que podem os detentores dos cargos tentar escamotear as provas dos possíveis ilícitos, com a destruição de documentos, apagando conversas em aparelhos celulares e e-mails, cooptando outras pessoas etc”.

Para decretar a prisão temporária de Edvaldo Farias, o desembargador ressalta que ele agia com o objetivo de cumprir as ordens do prefeito de Caicó, “bem como se locupletar do dinheiro público”. Os três ficarão presos em Natal.

Confira aqui o pedido de prisão do MPRN, a decisão pelas prisões e a decisão pelas buscas e apreensões.

Conta de luz sobe quatro vezes mais que a inflação só em 2018

A conta de luz já subiu quatro vezes mais que a inflação em 2018. Enquanto o IPCA ficou em 2,94% de janeiro a julho deste ano, a energia elétrica aumentou 13,79% para a população brasileira no mesmo período.

De acordo com o jornal “O Estado de São Paulo”, o aumento está relacionado a uma série de fatores como a alta do dólar, o peso crescente dos subsídios e a falta de chuva.

A previsão para os próximos meses não é positiva. A expectativa é de que novos aumentos possam comprometer ainda mais a renda das famílias brasileiras.

“A tarifa tem subido de forma preocupante e está chegando ao limite de pagamento do consumidor”, diz Romeu Rufino, diretor geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Além das questões conjunturais, como o baixo volume de chuvas, outros fatores estão pesando no custo da energia. Um deles é a decisão de elevar a cobrança de encargos na conta de luz para bancar, inclusive, programas públicos que não têm relação alguma com o setor elétrico.

Desde 2015, para não onerar o Tesouro Nacional, os custos do setor são transferidos para o consumidor. De lá para cá, a tarifa de energia subiu 30 pontos porcentuais acima da inflação, segundo levantamento feito pela empresa de comercialização e consultoria Safira Energia.

No Rio Grande do Norte o aumento ainda foi maior que a média nacional, por essas bandas bate na casa dos 16%.

Eleições 2018: veja datas de sabatinas e debates entre presidenciáveis

O período oficial de campanha eleitoral será aberto no dia 16 de agosto, mas os debates na TV entre os políticos que participarão das eleições 2018 vão começar já nesta semana. O primeiro embate entre os candidatos à Presidência da República será promovido pela Band na quinta-feira, 9, às 22 horas. Tradicionalmente, a emissora é a primeira a realizar o encontro na televisão.

Em parceria com o Estado, a TV Gazeta realizará seu debate com os postulantes ao Palácio do Planalto no dia 9 de setembro, às 19h30. Caso aconteça o segundo turno, um novo encontro está marcado para o dia 14 de outubro.

Veja abaixo a agenda de sabatinas e debates entre os políticos que disputam a Presidência da República nas eleições 2018.

Debates

8 e 9 de agosto – BTG Pactual/ Youtube
Presidenciáveis serão sabatinados no evento Eleições e Perspectivas Brasil 2018, promovido pelo BTG Pactual. No dia 8, das 16h30 às 20h40, serão entrevistados os candidatos Geraldo Alckmin (PSDB), Alvaro Dias (Podemos), Ciro Gomes (PDT) e Henrique Meirelles (MDB); e no dia 9, das 8h às 11h30, Fernando Haddad (PT) e João Amoêdo (Novo). As sabatinas serão transmitidas pelo canal no Youtube e pelas redes sociais do BTG Pactual.

9 de agosto – Band
Debate com os candidatos a presidente da República, a partir das 22 horas. O evento também será transmitido nos canais BandNews e Terraviva, nas rádios Bandeirantes e BandNews FM e, pela internet, no portal da Band e no canal de jornalismo da emissora no YouTube.

17 de agosto – RedeTV!/ IstoÉ
Debate com os candidatos a presidente da República, a partir das 22 horas. O encontro será transmitido pela televisão e, simultaneamente, pelo portal da emissora, pelo UOL, e nos perfis da RedeTV! no Facebook, Twitter e Youtube.

27 de agosto – Rádio Jovem Pan
Debate com os cinco candidatos à Presidência mais bem colocados nas pesquisas de intenção de voto. O encontro acontecerá durante o 5º Fórum da Liberdade e Democracia e será transmitido para todas as plataformas digitais da Rádio Jovem Pan.

27 a 31 de agosto – Rede Globo/ Globo News
Os candidatos a presidente da República serão entrevistados na bancada do Jornal Nacional. Na sequência, os presidenciáveis concederão entrevistas para o Jornal das Dez, na GloboNews.

3 de setembro – Rádio CBN
A emissora iniciará nesta data a série de entrevistas com os candidatos à Presidência da República. As transmissões acontecerão a partir das 8 horas e terão duração de 45 minutos.

9 de setembro – TV Gazeta/ Estadão
Debate com os candidatos à Presidência da República, a partir das 19h30. Os políticos responderão perguntas dos jornalistas e também questões enviadas pelos internautas por meio das redes sociais.

17 a 21 de setembro – Rede Globo
Os candidatos a presidente serão sabatinados no Jornal da Globo.

18 de setembro – Piauí e Poder360/ Youtube
Debate com presidenciáveis do PDT, PT, PSL, Rede e PSDB promovido em parceira entre o portal Poder360 e a Revista Piauí. O encontro está agendado para as 10 horas e acontecerá no YouTube Space do Rio de Janeiro. A transmissão acontecerá, ao vivo, pelos canais da Piauí e do Poder360 no YouTube.

20 de setembro – TV Aparecida
Debate político promovido pela Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que ainda precisa ser confirmado com as lideranças partidárias. O evento deverá acontecer com os candidatos a presidente a partir das 21h30. O encontro será realizado no Santuário Nacional em Aparecida (SP), contará com a produção da TV Aparecida e poderá ser transmitido no portal A12, e em outras emissoras de rádio e TV católicas.

26 de setembro – SBT/ Folha
Debate com os presidenciáveis, a partir das 18h20. O evento será transmitido na televisão pelo SBT e na internet pelos portais do UOL e da Folha. Também será possível acompanhar o encontro pelas redes sociais dos três veículos.

30 de setembro – TV Record
Debate político com os candidatos ao Palácio do Planalto, após 22 horas. O encontro também poderá ser acompanhado no portal R7.

4 de outubro – Rede Globo
O debate que encerra o ciclo de encontros entre os presidenciáveis no primeiro turno será realizado três dias antes da votação. A data também marca o término do horário eleitoral gratuito no rádio e na TV.

7 de outubro
Primeiro turno das eleições 2018

11 de outubro – Band
Primeiro debate com os presidenciáveis no segundo turno da disputa ao Planalto, a partir das 22 horas. O evento também será transmitido nos canais BandNews e Terraviva, nas rádios Bandeirantes e BandNews FM e, pela internet, no portal da Band e no canal de jornalismo da emissora no YouTube.

14 de outubro – TV Gazeta/ Estadão
Encontro entre os candidatos no segundo turno da disputa para presidente da República, a partir das 19h30. Os políticos debaterão entre si, responderão perguntas dos jornalistas e também questões enviadas pelos internautas por meio das redes sociais.

15 de outubro – RedeTV
Debate com os presidenciáveis que chegaram ao segundo turno, a partir das 22 horas. O encontro será transmitido na televisão e, simultaneamente, no portal da emissora, no portal UOL e nos perfis da RedeTV! no Facebook, Twitter e Youtube.

17 de outubro – SBT/ Folha
Debate com os políticos no segundo turno da corrida presidencial nas eleições 2018. O evento será transmitido, simultaneamente, na televisão pelo SBT e na internet pelos portais do UOL e da Folha. Também será possível acompanhar o encontro pelas redes sociais dos três veículos.

21 de outubro – TV Record
Debate com os presidenciáveis no segundo turno, a partir das 22 horas.

26 de outubro – Rede Globo
Ultimo debate com os candidatos à Presidência da República antes do segundo turno das eleições 2018, a partir das 21h30.

28 de outubro
Segundo turno das eleições 2018

RN deixou de arrecadar quase R$ 3 bilhões por conta da crise financeira

A crise financeira que se abateu sobre o país e afetou fortemente alguns estados foi finalmente mensurada no Rio Grande do Norte.

De acordo com estudo do economista Raul Velloso, divulgado nesta terça-feira (7) pelo Estado de S.Paulo, o RN deixou de arrecadar R$ 2,9 bilhões entre 2015 e 2017, valor suficiente para bancar cerca de 50% dos salários e aposentadorias do Estado em 2016, descreve a reportagem.

O valor se refere a todas as receitas que estavam previstas para chegar aos cofres do Estado mas não se cumpriram, especialmente aquelas receitas originárias de tributos.

O impacto nacional é de R$ 278 bilhões, de acordo com o estudo do economista.

Os R$ 278 bilhões equivalem à quantia extra que os Estados teriam tido de receita tributária se tivessem mantido, dura também inclui episódios de crise.

“Muitos (dos futuros governadores) vão encontrar caixas quebrados e fila de pessoas com quantias a receber. Mesmo que haja melhora na arrecadação neste ano, será difícil, pois há um acúmulo de outros três anos de crise”, afirmou ao Estadão Raul Velloso.

Convenção do PSD do governador Robinson Faria vai acontecer neste domingo no hotel Holiday Inn

A convenção estadual do Partido Social Democrático (PSD), marcada para o próximo domingo, dia 05, a partir das 9h, será realizada no Hotel Holiday Inn Arena, próximo à Arena das Dunas, em Natal. Na ocasião, será homologada a candidatura à reeleição do governador Robinson Faria, assim como a chapa proporcional e as coligações do PSD.

Inicialmente, a convenção seria realizada no Complexo Cultural da UERN. No entanto, a organização do evento foi informada que o local passa por obras e ainda está em processo de emissão de licença do AVCD (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros) que comprova que uma edificação está atendendo a todos os requisitos de prevenção e combate a incêndios. Sem isso, a universidade pode funcionar normalmente, mas não é liberada a realização de eventos que reúnam milhares de pessoas – como é o caso da convenção.

Diante disso, para manter a regularidade e em respeito à orientação do Corpo de Bombeiros, o presidente estadual do PSD, governador Robinson Faria, determinou a mudança de local para outro em que as licenças estivessem em dia. “Será a grande festa da democracia e esperamos a presença de todos os filiados e aliados do PSD”, destacou Robinson.

Operação Lei Seca do Detran no RN conta com novo comandante

O comando da Operação Lei Seca do Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) conta com novo gestor. O tenente-coronel PM Francisco Flávio Melo do Santos assumiu a coordenação da Operação Estadual nessa terça-feira (31), em reunião ocorrida na sede do Detran onde participou o diretor-geral do Órgão, Eduardo Machado.

O encontro teve o objetivo de alinhar o planejamento estratégico dos dois gestores com as diretrizes empregadas na Operação Lei Seca, que é responsável por combater a combinação álcool e direção no intuito de prevenir acidentes e preservar vidas no trânsito. “Acreditamos que o coronel Flávio com sua experiência de mais de 30 anos na Polícia Militar vem contribuir na coordenação da Lei Seca para que a operação esteja cada vez mais em evidência e recebendo ainda mais o apoio da sociedade”, comentou o diretor Eduardo Machado.

O tenente-coronel Flávio dos Santos tem 52 anos e seu último posto de gestão na Polícia Militar foi no Comando de Polícia Rodoviária Estadual (CPRE). Ele conta com 30 anos de serviço efetivo na Polícia Milita. É graduado em Ciências Contábeis e possui pós-graduação em Perícia Criminal, Gestão Pública e Ensino à Distância (EAD), além de contar com experiência em unidades operacionais e administrativas. “Temos como meta sempre buscar a motivação, liderança, organização e operacionalidade. Viemos somar a Operação Lei Seca”, afirmou.

‘Temos de respeitar o resultado das urnas’, diz general

Em discurso improvisado na solenidade do aniversário do Comando Militar do Sudeste, o general de Exército Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira citou a proximidade das eleições de 2018 e ressaltou a importância do “império da lei”.

“Esse é o regime democrático em que nós temos de respeitar o resultado das urnas. Todos nós, do soldado ao general mais antigo”, disse, como relata o repórter Marcelo Godoy no Estadão.

BR18

Defesa Civil convoca municípios no RN que não foram reconhecidos em situação de seca

A Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil informa às prefeituras dos municípios que não foram reconhecidos como em situação de emergência pela seca, por parte do Ministério da Integração Nacional, que estará, na próxima segunda-feira (30), encaminhando processo de reanálise da situação para o Governo Federal.

Os técnicos da Defesa Civil estadual pedem aos representantes municipais da Defesa Civil nas cidades de Ceará-Mirim, Espírito Santo, Ielmo Marinho, Lagoa das Pedras, Lagoa Salgada, Macaíba, Montanhas, Monte das Gameleiras, Pedro Velho, Serrinha e Várzea, que compareçam na sede do órgão, localizado no prédio da Governadoria, em Natal, para realizar o pedido de reconsideração ao Ministério, e assim evitar que a cidade deixe de receber ações de combate aos efeitos da seca, como a Operação Vertente, do Governo do Estado, e Carro-pipa do Exército Brasileiro. O atendimento para essa demanda será feito exclusivamente no dia 30/07, das 8h às 18h.

Já os municípios de Pendências, Poço Branco, São bento do Norte, São José de Mipibu, Touros e Vera Cruz, que não chegaram a enviar a documentação exigida pelo Ministério da Integração, e por isso tiveram o reconhecimento de emergência revogado, também devem comparecer à Defesa Civil, na próxima segunda (30), para proceder com o novo pedido de reconhecimento.

Geraldo Melo (PSDB) aparece na lista de inelegíveis do TCU

imagem27-07-2018-16-07-38Reprodução

O ex-senador Geraldo Melo (PSDB) está na lista de inelegíveis divulgada nessa quinta-feira (26) pelo Tribunal de Contas da União (TCU).  No Rio Grande do Norte, 270 contas foram julgadas irregulares pelo TCU e envolvem 189 pessoas, consideradas inelegíveis para o pleito de outubro.

Veja íntegra da situação de Geraldo Melo com relação completa de processos aqui

Entenda as novas descobertas da Polícia Federal no inquérito que investiga propina a Temer

Uma nova testemunha, que prestou depoimento à Polícia Federal (PF) na semana passada, trouxe novidades ao inquérito dos portos, que investiga se o presidente Michel Temer beneficiou empresas do setor portuário. O depoimento estabeleceu um possível caminho de propina para o coronel João Baptista Lima, suspeito de ser operador de Temer. Entenda, abaixo, as descobertas.

O que já se sabia:

QUEM PAGAVA

A Rodrimar, uma das empresas concessionárias do Porto de Santos, é investigada pela Polícia Federal por supostamente ter pago propina ao presidente Michel Temer em troca de facilidades no governo.

QUEM RECEBIA

Segundo as investigações da PF, o encarregado de receber a propina da Rodrimar, em nome de Temer, seria o coronel aposentado da Polícia Militar de São Paulo João Baptista Lima, dono da empresa de engenharia Argeplan.

O que há de novo:

A FORMA DE PAGAMENTO

Depoimento de uma nova testemunha revelou que, em 2000, a Argeplan de Lima passou a controlar uma outra empresa, a Eliland do Brasil, que só existia no papel. Depois de passar para o controle de Lima, a Eliland conseguiu seu primeiro e único cliente, justamente a Rodrimar. Entre 2000 e 2010, a empresa de gaveta controlada pelo operador de Temer recebeu pagamentos regulares da Rodrimar.

O DESTINO FINAL DO DINHEIRO

A PF acredita que, por ser o controlador da Eliland, o operador de propinas de Temer receberia os recursos da Rodrimar e repassaria ao presidente posteriormente na forma de vantagens financeiras, como a reforma milionária realizada na casa de uma das filhas de Temer.

A respeito da investigação da PF, a assessoria do presidente Michel Temer divulgou a seguinte nota: “O presidente jamais recebeu qualquer tipo de propina da Rodrimar. O decreto dos portos não beneficiou a empresa. E foi assinado em 2017. Todos os supostos pagamentos citados na investigação são de anos anteriores, quando não havia previsão de Michel Temer vir a ser o presidente da República e assinar essa normatização do setor. Essa investigação não tem nexo nem relação de causa e efeito. É pura ficção.”

O GLOBO

RN poderá utilizar recursos de depósitos judiciais para efetuar pagamentos de precatórios

O Estado do Rio Grande do Norte poderá utilizar recursos de depósitos judiciais para o pagamento de precatórios, seguindo as disposições da Emenda Constitucional nº 99/2017. Foi assinado na manhã desta quinta-feira, 26, contrato entre o Banco do Brasil e o Estado, tendo o Tribunal de Justiça como interveniente, para a operacionalização das transferências dos depósitos judiciais para a conta judicial do TJRN, responsável pelos pagamentos aos credores.

De acordo com o contrato assinado, o Estado poderá utilizar até 75% dos depósitos judiciais ou administrativos, em dinheiro, referentes a processos judiciais ou administrativos nos quais seja parte, incluindo suas autarquias, fundações e empresas estatais; e até 15% dos demais depósitos judiciais sob jurisdição do TJRN.

Agora, o Banco do Brasil fará o levantamento do montante desses recursos, os quais estarão disponíveis para o pagamento de precatórios.

Fundo garantidor

O Estado deverá criar fundos garantidores para assegurar a restituição ou os pagamentos referentes aos levantamentos dos depósitos judiciais e administrativos repassados.

O fundo garantidor dos depósitos no qual o Estado for parte deverá ser formado pelo montante equivalente a um terço dos recursos levantados, constituído pela parcela restante dos depósitos judiciais ou administrativos.

Já o fundo garantidor dos demais depósitos sob jurisdição do TJRN será formado pelo montante equivalente aos recursos repassados ao Estado, constituído pela parcela restante dos depósitos judiciais sob jurisdição do Tribunal de Justiça potiguar.

Participaram da assinatura o presidente do Tribunal de Justiça do RN, desembargador Expedito Ferreira; o juiz auxiliar João Afonso Pordeus, responsável pela Divisão de Precatórios; o secretário geral Luiz Mariz; a secretária adjunta da Secretaria Estadual de Planejamento, Vera Guedes; e o gerente geral da Agência Setor Público do Banco do Brasil no Rio Grande do Norte, Jean Michel da Câmara.

AGORA RN

MPRN recomenda que instituições religiosas de Caicó adequem emissão de som

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) expediu recomendação para que igrejas, templos e associações religiosas de Caicó não ultrapassem o limite sonoro estabelecido por lei em seus cultos. A recomendação é relativa aos ruídos originados por instrumentos litúrgicos, musicais, sonoros, ou quaisquer outras possíveis fontes de poluição sonora.

Entre as medidas a serem adotadas para a redução da emissão de ruídos, estão a orientação aos participantes dos eventos, a realização de reformas que permitam melhor isolamento acústico dos prédios das instituições religiosas e qualquer outra ação que seja suficiente para sanar o problema.

De acordo com a legislação estadual em vigor, os ruídos sonoros não devem ultrapassar 55 decibéis no período noturno e 65 decibéis no período diurno. No caso de barulhos provocados por sinos ou instrumentos em igrejas, o volume sonoro não deve exceder 10 decibéis. Ao ultrapassar os limites estabelecidos nessa lei, qualquer som é caracterizado como poluição sonora.

A Promotoria de Justiça da cidade apurou por meio de inspeção na Igreja Pentecostal Unificada na Fé e na Igreja Semente do Nascer, localizadas na cidade de Caicó, que seus cultos estão causando incômodo sonoro aos vizinhos. Segundo a legislação, o incômodo sonoro pode ser qualificado como uma contravenção penal.

Natal terá evento voltado para a cultura de games e tecnologia

imagem26-07-2018-15-07-33Após o sucesso da Campus Party, Natal será palco da Good Game Convention (GGCON), evento focado em jogos digitais e tecnologia. Criado pelos produtores potiguares Rodrigo Machado, da Spotted Fest, e Jomardo Jomas, do festival Mada, o evento contará com diversas áreas que vão desde palcos para campeonatos, palestras, áreas de freeplay e realidade virtual à presença de Youtubers e influenciadores digitais.

“Natal tem um público incrível para este tipo de evento e merece uma experiência como a GGCON. Estamos trazendo uma proposta madura e bem formulada para fazer desde o novato em games ao veterano saírem de casa”, explica Rodrigo Machado, um dos organizados do evento.

A GGCON acontecerá nos dias 8 e 9 de setembro. Serão 24 horas de conteúdo divididas em dois dias. Entre os destaques da programação estão os campeonatos de jogos como League of Legends, Counter-Strike, concursos de Cosplayers e a presença de grandes nomes do atual cenário do mundo digital, além de palestras (em um palco de 360º) sobre desenvolvimento de jogos, mercado, redes sociais e programação computacional para quem quer aprender e conhecer o mercado de games.

Quem gosta de PCs, consoles e de experimentar novos jogos, a GGCON apresentará áreas de Freeplay, espaços gratuitos para que o público possa jogar, participar de torneios e desafiar amigos. As áreas contarão com diversos XBOX, Playstations e computadores gamer. O evento terá também uma área VR, abreviação de virtual reality, em português, realidade virtual, nova tecnologia que vem ganhando o mundo e que poderá ser acessada livremente com a orientação de colaboradores.

Na GGCON, os Cosplayers terão um espaço exclusivo e ambientado para suas apresentações e exposição de itens. Um concurso está sendo preparado para os melhores Cosplayers de jogos. O local do evento ainda não foi divulgado. Mais informações: Redes sociais: @GGCONBR e e-mail: [email protected]

imagem26-07-2018-15-07-33imagem26-07-2018-15-07-34

Rodrigo Maia, do DEM, desiste de concorrer à Presidência

imagem26-07-2018-16-07-30
Maia participa de sessão da Câmara no início deste mês; deputado anunciou desistência da pré-candidatura à Presidência. (Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados)

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), desistiu da pré-candidatura à Presidência da República nas eleições de 2018. Em carta divulgada nesta quinta-feira (26), Maia afirmou que irá concorrer a deputado federal – ele está no 5º mandato.

“Arquivo, momentaneamente, a pretensão presidencial que vislumbrei para marcharmos juntos, em 2018, com o projeto que estamos construindo em torno de Geraldo Alckmin. Serei candidato a deputado federal pelo Rio de Janeiro e mais uma vez empenharei o novo mandato que espero ter a honra de conquistar em favor do Brasil e dos brasileiros”, diz o texto.

Na carta, Maia cita a decisão do “Centrão” – grupo de partidos do qual fazem parte o DEM, do presidente da Câmara, além de PP, PR, PRB e Solidariedade – de oficializar o apoio à candidatura de Alckmin ao Planalto. O ato ocorreu na manhã desta quinta.

Na carta, endereçada aos partidos do “Centrão”, ao PHS e ao Avante, Maia afirma que a biografia de Alckmin “saberá honrar os projetos, os anseios, a experiência e o espírito público e republicano” dos partidos que compõem o Centro Democrático, como se autointitula o “Centrão”.

Em seu discurso durante o anúncio de apoio do “Centrão”, Alckmin afirmou que o grupo se uniu em torno de sua candidatura por “convicção em um grande esforço conciliatório”.

Pré-candidatos

A pré-candidatura de Maia havia sido anunciada em 8 de agosto. O parlamentar assumiu a presidência da Câmara em 2017 após a renúncia – e posterior cassação do mandato – de Eduardo Cunha (MDB-RJ), também foi presidente do partido ao longo do ano passado.

As legendas começaram a oficializar as candidaturas à Presidência em 20 de julho, por meio de convenções partidárias. Até a manhã desta quinta-feira, cinco nomes haviam sido definidos, e dez figuravam como pré-candidatos. Veja quem são.

G1

Cancelamento automático de CNH por dívidas e nome no Serasa é notícia falsa

Sites e mensagens nas redes sociais têm disseminado a informação falsa de que a Justiça autorizou o cancelamento automático da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) de quem tivesse com IPVA (imposto veicular) atrasado ou o nome cadastrado em serviços como SPC e Serasa Experian. A decisão seria do STJ (Superior Tribunal de Justiça), mas o tribunal nega.

Segundo o boato, o motorista que tivesse sua CNH cancelada por dívidas teria que refazer todo o processo de exames, provas teóricas e práticas para a obtenção de uma nova habilitação. O boato diz ainda que advogados teriam criado uma petição e estavam recolhendo assinaturas para tentar barrar essa medida.

Como o texto incentiva que as pessoas disseminem a mensagem para angariar o maior número de assinaturas, a informação falsa logo se espalhou.

Segundo o STJ, não existe decisão que autorize o cancelamento automático de CNHs de devedores.

O boato pode ter surgido com o aumento de decisões em primeirainstância que autorizam a suspensão do passaporte e da carteira de habilitação dos devedores, como mostrou a Folha em maio. A medida é polêmica entre juristas e foi avaliada pelo STJ recentemente, como mostrou outra reportagem da Folha.

Na prática, CNHs e passaportes podem ser suspensos em casos de dívidas, mas casos devem ser analisados individualmente e não de maneira automática, como o texto que tem se disseminado diz.

FOLHAPRESS

TCU investiga Henrique Alves sobre uso de cotas parlamentares no pagamento de locação de carro com empresa fantasma

O Tribunal de Contas de União (TCU) abriu representação contra o ex-presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, sobre possíveis irregularidades na locação de veículos pagos com recursos de cotas parlamentares. A apuração analisa pagamentos feitos pelo mandato do então deputado federal, entre 2012 e 2013, para uma empresa fantasma.

Além Henrique Alves, o procedimento também apura o uso irregular das cotas parlamentares pelo deputado federal Lúcio Quadros Vieira Lima (MDB/BA), irmão do ex-ministro Geddel Viera Lima.

Segundo a representação do Procurador da República, Wellington Divino Marques de Oliveira, foi aberto um inquérito para apurar as despesas dos dois políticos investigados na contratação da Global Transportes e Locações, uma suposta empresa fantasma, que que não possuía à época dos pagamentos, entre 2012 e 2013, frota própria nem funcionários registrados.

Outra evidência apontada contra Henrique Alves pelo Tribunal de Contas é a apresentação de notas fiscais de um posto de gasolina de Natal (RN) nos pedidos de ressarcimento de despesas, sendo que o carro em questão circulava em Brasília.

A investigação foi feita pelo Ministério Público Federal do Distrito Federal e enviada à Corte de Contas.

A Câmara dos Deputados deverá fazer apuração interna dos fatos e enviar o resultado ao TCU em até 180 dias. O Tribunal também determinou que o controle interno dessa Casa Legislativa acompanhe as providências para correção dos fatos.

POR AGORA RN

Fim de semana deve ser de chuvas em Natal

Se você estiver pensando em curtir a praia com o sol no fim de semana, é melhor mudar os planos. De acordo com os dados da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn), Natal deve ter chuvas ao longo do fim de semana.

Segundo a previsão, áreas de “instabilidades oceânicas deixam o céu parcialmente nublado com pancadas de chuvas ao longo das regiões Leste e Agreste”.

Em Natal, a temperatura máxima para sábado e domingo não passará dos 30ºC. Já as mínimas serão de 23ºC no sábado e 22,5ºC no domingo.

Nesta sexta-feira (13), a máxima ficará em 29ºC na capital potiguar e a mínima em 23ºC.

Nas demais regiões do RN, as chuvas devem ser isoladas e a predominância será de céu parcialmente nublado.

PORTAL NO AR

Denatran libera pagamento de multas e outros débitos de veículos com cartão de crédito

Marronzinho com radar pistola multa veículos em alta velocidade na Marginal Pinheiros (Foto: TV Globo/Reprodução)

Depois de regulamentado no ano passado e suspenso em maio, o pagamento de multas com cartões de crédito ou débito voltou a ser liberado pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran), por meio de uma resolução publicada na última sexta-feira (6).

Além disso, a nova regulamentação também permite quitar com cartões todas as dívidas relacionadas a veículos, incluindo IPVA e licenciamento.

Com isso, o proprietário poderá parcelar os valores em até 12 vezes, mas com a devida cobrança de juros pela entidade financeira do cartão – como quando as compras a prazo não são parceladas pela própria loja.

Como será?

Oferecer pagamento com cartão não será obrigatório;

Cada entidade de trânsito deve pedir autorização ao Denatran;

Se for parcelar, emissora do cartão pode cobrar juros;

Não existe prazo máximo para o serviço entrar em vigor

De acordo com o Denatran, o parcelamento será totalmente entre a operadora do cartão e o proprietário do veículo. O órgão de trânsito continuará recebendo o valor à vista e a regularização do veículo será imediata – não precisa esperar até a última parcela.

O serviço não será obrigatório, então cada entidade deve optar ou não. O objetivo da medida é oferecer mais alternativas para os proprietários quitarem dívidas dos veículos.

A diferença para a regra do ano passado é que os bancos e serviços de crédito que quiserem parcelar as multas deverão estar credenciados no Denatran, e os órgãos de trânsito deverão pedir autorização para efetuar as parcerias.

“Dessa forma, o Denatran mantém o controle de quais órgãos operam com essa modalidade e cria mecanismos isonômicos de credenciamento das empresas”, afirmou o órgão.

A regra anterior permitia que todos os Detrans, prefeituras e demais órgãos fizessem os acordos diretamente com as empresas financeiras e oferecer o parcelamento.

Auto Esporte – Globo

Governo do Estado publica edital do Concurso da PM

O Governo do Estado publicou, na edição desta sexta-feira (6), o edital do Concurso Público para provimento de 1.000 vagas do quadro de Praças da Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte. Estão sendo oferecidas 938 (novecentas e trinta e oito) vagas destinadas ao sexo masculino e 62 (sessenta e duas) ao sexo feminino.

O concurso, regido pelo Edital Nº 003/2018 – SEARH/PMRN, será realizado pelo Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo – IBADE. De acordo com o cronograma, as inscrições deverão ser realizadas pela Internet, no site www.ibade.org.br, do dia 16 de julho até o dia 13 de agosto. O valor da inscrição é de R$100,00 (cem reais).

O certame será composto de seis etapas. Na primeira etapa, dividida em duas fases, os candidatos farão prova objetiva e redação. As demais etapas são: exame de saúde; teste de aptidão física (TAF); avaliação psicológica; investigação social e avaliação de títulos. Os candidatos aprovados até a sexta Etapa, dentro do número exato de vagas do Edital de abertura do Certame, participarão ainda do Curso de Formação.

A primeira etapa, composta de prova objetiva e redação, está prevista para o dia 23 de setembro de 2018 e será realizada nas cidades de Natal, Mossoró e Caicó/RN, conforme escolha do candidato no momento da inscrição. O cronograma previsto e o edital estão disponíveis no Diário Oficial do Estado e no site da organizadora do certame.

Bancada de Bolsonaro na Câmara já é maior que a de qualquer partido

imagem06-07-2018-11-07-43
Foto: Isabella Macedo / Congresso em Foco

No dia 2 de fevereiro de 2017, Jair Bolsonaro recebeu apenas quatro votos ao disputar a presidência da Câmara. O eleito, Rodrigo Maia, teve o apoio de 293 dos 513 deputados federais. Menos de um ano e meio depois, a situação é inteiramente outra. Maia (DEM-RJ) não entusiasma nem o seu partido para seguir adiante com o sonho da candidatura ao Planalto. Já Bolsonaro (PSL-RJ), líder de todas as pesquisas presidenciais nos cenários em que o ex-presidente Lula (PT) fica fora da lista de concorrentes, vive tempos de bonança.

Levantamento do Congresso em Foco apontou que pelo menos 65 deputados admitem – a maior parte deles, com a garantia de preservação dos seus nomes – que estarão com Bolsonaro na disputa presidencial. O número supera os 61 integrantes da maior bancada partidária da Câmara, que é a do PT. O próprio pré-candidato e seus seguidores difundem um cálculo bem superior.

Ontem (quarta, 4), num ato no salão verde da Câmara, o deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS) anunciou que os bolsonaristas já somam 110 deputados. “111 se contar o próprio Jair”, emendou Onyx em entrevista a este site. Ele se recusa a mostrar a lista, que passou às mãos de Bolsonaro em um envelope fechado, sob aplausos de vários parlamentares. “Tenho 24 anos de mandato e jamais divulgaria um número errado, mas não vou expor colegas”, disse.

“Alguns já podem assumir, rasgando a bandeira”, continuou Onyx, que fez dez reuniões em sua casa em busca desses apoios e é o coordenador dessa mega e nascente bancada suprapartidária bolsonarista. “Outros estão negociando alianças regionais ou têm problemas dentro do seu partido para vir a público agora. Claro que, por prudência, muitos não quiseram assumir para vocês. Mas pode ter certeza: chegaremos a 150 deputados em agosto, antes de iniciar a campanha eleitoral. E esses deputados estarão na futura base parlamentar do governo Bolsonaro. Estamos provando que, ao contrário do que se dizia, o nosso candidato tem capacidade de oferecer governabilidade”.

Veja o vídeo:

Só 6% de adesões entre as mulheres

Um ponto comum entre a contabilidade de Onyx e a lista do Congresso em Foco é a baixa porcentagem de parlamentares mulheres que decidiram cerrar fileiras em torno do deputado capitão. A pesquisa deste site chegou a apenas três nomes, de um total de 65. Uma quarta deputada admitiu a possibilidade de apoiar Jair Bolsonaro, mas falou que ainda não se decidiu sobre o assunto. Onyx reconhece que há somente “6 a 7 mulheres” em sua listagem.

Mesmo na sua conta, portanto, o índice fica próximo de 6% do conjunto de apoiadores. Bem menos do que os 10% de participação feminina existente no Congresso Nacional. O percentual nanico confirma as dificuldades de crescimento do assim chamado “mito” entre as mulheres. Um ponto vulnerável, que certamente será muito explorado por adversários, e está relacionado com as inúmeras declarações misóginas já feitas por Bolsonaro. Ele é réu de uma ação penal no Supremo Tribunal Federal, na qual é acusado dos crimes de injúria e incitação ao estupro, por ter dito e reafirmado que a deputada Maria do Rosário (PT-RS) “não merecia ser estuprada”.

Os integrantes do grupo incluem os oito deputados do PSL, partido de Bolsonaro, e membros de 21 das 26 agremiações partidárias representadas na Câmara. As exceções são cinco legendas de esquerda ou centro-esquerda: PCdoB, PDT, Psol, PT e Rede. Todas elas já anunciaram a intenção de disputar a Presidência da República com candidatos próprios. Ter pré-candidato a presidente indicado pelo partido, porém, não é o suficiente para evitar a diáspora bolsonarista.

“Já estou trabalhando para que todos os candidatos do Avante no meu estado votem em Jair Bolsonaro”, admite sem pedir segredo o deputado Cabo Sabino (Avante-CE), cujo partido anunciou o nome de outro deputado federal, Cabo Daciolo (RJ), como pré-candidato a presidente. Outro apoiador assumido de Bolsonaro é Rogério Peninha Mendonça (MDB-SC), apesar da cúpula emedebista ter lançado o ex-ministro Henrique Meirelles como pré-candidato à sucessão presidencial. Assim como Jhonatan de Jesus (PRB-RR), cuja legenda lançou o empresário Flávio Rocha para presidente. “Me identifico plenamente com o ideário do Jair Bolsonaro, é o meu candidato”, revela-se Arolde de Oliveira (PSD-RJ), indiferente às articulações do PSD rumo a uma provável aliança com Geraldo Alckmin (PSDB). “O ideal seria o Alckmin, mas ele não decolou nem vejo mais como decolar”, pondera um bolsonarista que ainda prefere se manter anônimo dentro das hostes tucanas.

Protegidos pelo off, também abriram o coração para o Congresso em Foco deputados do Podemos do senador Alvaro Dias, do Solidariedade de Aldo Rebelo e de outras legendas que ou botaram na rua pré-candidatos a presidente ou negociam alianças com partidos mais bem posicionados na corrida presidencial. Os três estados mais populosos (São Paulo, Minas e Rio) são também aqueles com mais deputados seguidores de Bolsonaro.

Fincado principalmente nos partidos de direita e centro-direita que constituem o aglomerado parlamentar conhecido como “Centrão”, o bolsonarismo conquistou a quase totalidade da “bancada da bala”, formada por políticos que defendem a flexibilização de regras para a posse de armas e o uso de medidas repressivas para combater a criminalidade. Seduziu a maior parte dos 40 membros da bancada do PR, antes mesmo de a legenda oficializar – como se espera – a coligação com o PSL. E, dia após dia, cresce a passos largos na bancada evangélica.

Direita x esquerda

Ex-líder do seu partido e uma das mais influentes lideranças evangélicas na Câmara, o deputado Lincoln Portela (PR-MG) afirma que a crescente adesão a Jair Bolsonaro é uma reação ao fortalecimento do PT e da esquerda durante o governo Michel Temer. “O Michel, ao fazer o jogo da política velha, esfarelou o centro e ressuscitou o PT, que havia ficado quase morto após a saída da Dilma. Por isso não tem jeito. Teremos uma eleição presidencial de esquerda contra direita, personificada no Bolsonaro. Estou com ele para enfrentar essa realidade brutal de um país que teve mais de 62 mil homicídios em 2017. Para enfrentar esses discursos da esquerda em defesa da liberação de drogas e impedir a destruição da família monogâmica”, declara-se Lincoln Portela.

“Temos uma esquerda genial”, prossegue. “Ela se apoderou da educação, da cultura, da causa dos direitos humanos, dos sindicatos, do jornalismo, do jornalismo e depois do Ministério Público e da magistratura. A candidatura Bolsonaro é uma reação contra essa minoria que se empoderou a ponto de comandar todos esses grupos. E isso se confunde com o interesse empresarial. O que dá dinheiro nas redes sociais é pornografia. Tem uma indústria que fatura com a ideologia de gênero. A minha igreja [Igreja Batista Solidária] é frequentada por homossexuais, não temos nada contra os direitos homoafetivos. Temos contra essa apropriação da homoafetividade por uma ideologia que tem por trás bilionários como George Soros e a família Rockefeller”.
Há razões mais pragmáticas e menos ideológicas para a engorda do rebanho bolsonarista. “Todo mundo quer está perto de quem vai dar voto, e o Bolsonaro é o melhor cabo eleitoral que pode ter hoje um político que seja candidato à reeleição”, propaga o deputado Manato (PSL-ES). “Sabe o que um deputado quer? É do candidato que cumpra o orçamento da União. Ninguém quer mais do que isso”, acrescenta Manato, referindo-se à cota de quase R$ 15 milhões em obras para os redutos eleitorais que cada congressista tem direito a incluir no orçamento federal. Embora tais emendas possuam efeito legal impositivo, na prática, as dificuldades de caixa do Tesouro Nacional levam a atrasar o seu cumprimento.

Qualquer insinuação de fisiologismo ou de descuido com a responsabilidade fiscal é, contudo, imediatamente rechaçada pelo coordenador da bancada, Onyx Lorenzoni. “Não há hipótese de nada diferente acontecer com Bolsonaro. Vamos divulgar até o final de julho um plano de governo que vai surpreender positivamente o país. Tem uma equipe muito qualificada trabalhando nisso, sob a liderança desse grande economista que é o Paulo Guedes, e posso garantir. O governo Bolsonaro será constitucional, absolutamente democrático, com um perfil conservador liberal. Um governo enxuto, que vai estimular o desenvolvimento econômico, vai fazer a reforma fiscal e fará uma reforma da Previdência racional, dentro da razoabilidade, e não essa loucura que o Temer propôs”.

Congresso em Foco

Governo do Estado paga 109 mil servidores nesta sexta e conclui o pagamento segunda e terça

O Governo do RN finalmente deu a notícia que todos os servidores do estado esperavam há tempos: vai colocar a folha de pagamento 100% em dia.

Nesta sexta, serão pagos 109 mil servidores, o que representa 98% da folha e inclui todos os servidores da áreas da educação, da saúde e da segurança que recebem até R$ 4 mil, e ainda os vencimentos integrais de todos os inativos e pensionistas, independente da faixa salarial deles. E os 2 mil servidores restantes (que ganham acima de 4 mil reais e representam 2% da folha) recebem na próxima segunda e terça e com isso a folha fica em dia.

Uma excelente notícia para todos os 111 mil servidores do Estado que há muito esperavam. Torcer que nos próximos meses o governo consiga cumprir pelo menos esse calendário.